Perdi Minha Carteira de Trabalho: Como Conseguir Um Novo Em 2021?

Às vezes, nós perdemos algum documento tão importante quanto a carteira de trabalho, mas você sabe o que fazer nesse caso? Vamos te ajudar nessa questão!

Só de imaginar, conseguimos mensurar a dor de cabeça que é perder a carteira de trabalho, pois, neste documento consta toda nossa vida profissional.

Mas já aconteceu de você pensar “Perdi minha carteira de trabalho”?

Claro que sempre devemos tomar cuidado para evitar essa situação, mas caso aconteça, é bom saber o que fazer.

Além de te ajudar com a situação da perda da carteira de trabalho, vamos te ajudar a emiti-la, mostrar quais documentos são necessários, como elaborar um bom currículo, entre outros assuntos importantes para a vida profissional.

Perdi minha carteira de trabalho: o que devo fazer?

O que fazer quando se perde a carteira de trabalho?

O recomendável, quando você perceber que perdeu sua carteira de trabalho, é fazer um boletim de ocorrência, o famoso BO.

Atualmente é possível realizar o BO pela internet.

Outra coisa a se fazer é a solicitação de uma nova carteira de trabalho, essa solicitação é realizada no Ministério do Trabalho da sua cidade, e obviamente, levando o BO como a prova de perda.

Após a emissão da segunda via, é necessário ir até às empresas que você trabalhou e pedir para assiná-la novamente.

Mas caso não tenha sucesso indo às empresas, leve alguns documentos que comprovem que você trabalhou nas empresas ao Ministério do trabalho quando for solicitar a segunda via da carteira de trabalho.

Como recuperar os registros da carteira de trabalho?

Para realizar essa recuperação, no momento que for solicitar a segunda via da carteira, leve seu RG e o comprovante de residência.

Os comprovantes dos trabalhos anteriores podem ser o extrato do FGTS original, comprovantes de seguro desemprego, entre outros.

O número da segunda via será o mesmo número que tinha na carteira perdida, por isso é necessário levar o documento com o número que comprove a carteira perdida, pode ser o extrato do FGTS.

Às vezes, os sistemas não reconhecem as informações dos empregos anteriores, caso isso aconteça, procure o RH da empresa e repasse as informações da nova carteira.

Caso a empresa se negue a dar esse auxílio, você pode entrar com uma ação trabalhista.

Quanto ao prazo, geralmente é possível retirar na hora mesmo ou em 2 dias úteis.

Como solicitar a segunda via da carteira de trabalho?

Para realizar a solicitação, é preciso entrar no site do Ministério do Trabalho.

Logo em seguida, preencher os seus dados, colocar o tipo de atendimento que é a carteira de trabalho, escolher a unidade que deseja ser atendido, definir o horário e a data e, por último, preencher algumas informações.

Assim, o seu agendamento estará concluído.

Perdi minha carteira de trabalho: Documentos necessários:

  • Comprovante de residência que contenha o CEP;
  • RG ou CNH;
  • Certidão de nascimento, casamento ou de separação;
  • Documento que comprove o número da carteira de trabalho anterior;
  • Boletim de ocorrência.

Esses são os documentos necessários para emitir a segunda via da carteira de trabalho.

Carteira de trabalho digital

E também para ser mais seguro, opte por usar a carteira de trabalho digital, por meio de um aplicativo para celular.

Como comprovar que não têm carteira de trabalho?

Como citamos, você deve registrar o BO para conseguir emitir a segunda via da carteira de trabalho.

Para comprovar sua contribuição no mercado de trabalho é preciso reunir as provas materiais que são os documentos e as testemunhas que sabem que você estava empregada neste trabalho.

Confira abaixo alguns exemplos de documentos para provar a contribuição com o mercado de trabalho:

  • Carteira profissional ou carteira de trabalho e previdência social;
  • Cópia ou original autenticada da ficha de registro de empregados, ou do livro de registro de empregados;
  • Contrato individual de trabalho.

O que precisa para tirar a primeira via da carteira de trabalho?

Para retirar a primeira carteira de trabalho é preciso seguir alguns requisitos como:

  • Ter, no mínimo, 14 anos;
  • Ser brasileiro naturalizado ou nato;
  • Se for estrangeiro, a carteira de trabalho será específica para estrangeiros;

Lembre-se que esse documento é extremamente importante para ingressar no mercado de trabalho, pois a carteira assegura seus direitos como férias, salário, seguro desemprego, PIS, etc.

Além desses requisitos, são necessários alguns documentos, como:

  • Comprovante de residência com CEP;
  • RG, CNH e certidão de nascimento;
  • CPF;
  • Foto 3×4 com fundo branco.

Para a segunda via, confira o tópico acima.

Para agendar a emissão da carteira de trabalho é pago?

Não é pago, nem a primeira e nem a segunda via. Você pode agendar pela internet ou telefone.

Se você quiser agendar pelo telefone, basta ligar para 158, escolher a opção agendamento de carteira de trabalho, fornecer os dados solicitados e assim que confirmarem, pronto.

curriculo-na-mao

Como elaborar um bom currículo

Assim que conseguir sua carteira de trabalho, vamos te ajudar a elaborar um currículo de sucesso.

1 – Deixe o currículo de acordo com a vaga:

Antes de tudo, veja o que os recrutadores desejam para você ter uma base, e não esqueça que toda vaga é diferente da outra.

Sabendo disso, não mande o mesmo currículo para todas as vagas.

Então, preste atenção nas vagas e faça algumas adaptações no seu currículo.

Uma dica importante é deixar o seu currículo como se você estivesse conversando com o recrutador, obviamente não é para contar sua história inteira, mas adequá-la de uma forma que ele entenda com facilidade.

Após compreender tudo isso, é hora de começar a pensar no que você vai inserir no currículo, lembre-se quais são os requisitos que estavam no anúncio e perceba se você segue todos.

Coloque seu nome, idade, ou seja, informações básicas.

E tenha coerência no currículo, se no anúncio ele pede experiência em RH, você não vai colocar experiência em pedagogia, lembre-se da coerência.

2 – Objetividade e Clareza:

Cuidado com essa parte, nessa hora, muitas pessoas mentem no currículo, o que pode gerar um grande problema.

Pense que se você mentir no currículo, na hora da entrevista, o recrutador pode perguntar sobre algo e você pode ser descoberto, por isso, seja sempre honesto.

Outra dica é não se prolongar muito, evite informações desnecessárias, não é preciso contar sobre todos os anos que ficou na faculdade.

Não conte histórias, não disserte, etc.

3 – Organize as informações:

Essa é a parte que você entrega o currículo, temos algumas dicas básicas:

Entregar nas mãos:

Se você optar por entregar em mãos, evite coisas como encadernação, plastificação, e claro evite xerox de má qualidade. Quando for entregar seu currículo, entregue sem amassar e sem dobrar.

Letras:

Pense em um tipo de letra de fácil entendimento, use um padrão como Arial. Nada de negrito, não exagere nas cores, etc.

Anexos:

Evite anexar documentos sem necessidade não solicitados.

Foto e salários:

Evite colocar foto, nada de informar qual sua pretensão salarial e a não ser que seja solicitado, não coloque seu último salário.

Gramática:

Após estruturar seu currículo e terminar de preenchê-lo, confira os possíveis erros gramaticais, o recrutador conta bastante com essa atenção.

Encaminhamento:

Quando for enviar o currículo, faça uma carta ou um e-mail, o mais personalizável possível.

Apresentação:

Seja pelo e-mail ou por carta, mostre os seus interesses e tente ser o mais interessante possível.

Data:

Toda vez que alterar ou fazer um currículo, sempre coloque a data atualizada.

3 – Dados pessoais:

Geralmente, os dados são o nome, idade, endereço, telefone, e-mail, etc.

Alguns dados são totalmente desnecessários, como nome do cônjuge, parentes, etc.

4 – Formações:

Seja bem breve, mas coloque todas as suas formações, seja ensino médio, superior, cursos, atividades, tudo que agregue no seu currículo, mas resumidamente.

6 – Envie para outros olhos:

Aparentemente, não conseguimos perceber certos erros quando escrevemos, como a falta de algum tópico, algum erro gramatical, etc.

Então envie seu currículo para alguém de confiança para verificar e te ajudar.

7 – Cuidado com as redes sociais:

As suas redes sociais são a triagem para saber sobre você, lembre-se que seus perfis podem ser visualizados pelos recrutadores.

Eles podem apenas jogar seu nome e achar inúmeros perfis, então verifique o que você posta e o que tem nos seus perfis.

8 – Estrutura:

Monte uma boa estrutura para não se perder e divida o que você vai abordar no currículo em tópicos.

É possível dividir dessa forma: objetivo, experiência, formação, e referências.

9 – Não exagere para impressionar:

Não é porque você precisa causar uma boa impressão, que é importante exagerar nas cores, nas letras, no tamanho do currículo, etc.

Um currículo é bom quando é simples, objetivo e claro. Seja você mesmo e sincero.

10 – Objetivos:

Se for solicitado que você diga seus objetivos, faça isso de forma clara e direta.

E não precisa colocar o que o recrutador quer ouvir, como já falamos, a sinceridade é tudo, então não adianta colocar algo que você nunca pensou sobre.

Conclusão

Esperamos que este artigo tenha te ajudado bastante e tenha sido muito claro.

Agora não precisa entrar em desespero quando acontecer de você perder ou ouvir alguém em apuros afirmando “Perdi a carteira de trabalho”, pois já sabe tudo o que deve fazer depois e como emitir sua carteira de trabalho.

Além disso, agora você sabe como elaborar um currículo de sucesso e de forma correta.

Não esqueça de ser sincero no seu currículo, não minta e nem omita nada.

Se ficou alguma dúvida, deixe nos comentários ou entre em contato conosco.

Até o próximo artigo!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You May Also Like