Motivo De Saída Do Emprego No Currículo: 6 Razões Legítimas

ViaFortuna - Motivo De Saída Da Empresa

[totalpoll id=”988772″]

A criação de um ótimo currículo é fundamental para conseguir se destacar durante o processo seletivo de uma empresa.

Porém, é muito comum ter dúvidas sobre o que adicionar nele para que realmente chame a atenção do recrutador.

Afinal, embora o currículo seja um documento relativamente simples, é importante ficar atento aos aspectos da sua estrutura.

Um tema realmente tira o sono de qualquer candidato no momento de fazer o currículo: como colocar o motivo de saída do emprego.

Por mais desconfortável que esse assunto possa ser, é necessário explicar e de forma sincera, esse motivo no momento da entrevista.

Para te ajudar a acertar no momento do preenchimento deste tópico, preparamos esse guia completo para você não errar.

Continue lendo!

O que colocar no currículo em motivo de saída da empresa?

Essa resposta é bem simples e pode ser que te espante, mas o correto é não colocar qual foi o motivo da saída do último emprego.

Pois é, esta não é uma informação necessária para um currículo.

E para explicar melhor, vamos voltar à natureza do que é um currículo antes de entender como colocar o motivo de saída do emprego.

Vamos lá, o currículo nada mais é do que um documento que faz uma apresentação profissional inicial para a empresa que está com vagas em aberto.

Sendo assim, seu objetivo é mostrar de maneira objetiva e clara quais são os principais pontos da trajetória do candidato.

Para que isso fique evidente é necessário incluir dados pessoais, contatos e informações profissionais relevantes para a vaga na qual o candidato está se inscrevendo.

Uma das seções que possui mais destaque no currículo é a experiência profissional.

Já que nela contém as informações dos cargos ocupados anteriormente, e ela deve conter:

  • Nome da Empresa;
  • Título do Cargo;
  • Início e término da experiência (mês/ano);
  • Descrição das principais atribuições do cargo; e
  • Principais conquistas (opcional).

Desse modo, saber como colocar o motivo de saída do emprego, não é uma informação importante para se adicionar no currículo.

Mas, se faz necessária durante a entrevista.

Já que, se o recrutador estiver interessado em saber o motivo pelo qual você saiu de sua antiga empresa, ele irá perguntar durante a entrevista.

Então, a não ser que a empresa indique que você adicione essa informação no documento, não gaste espaço precioso com informação desnecessária.

Siga essa mesma mentalidade na hora de decidir o que mais colocar no currículo.

Desta forma, você terá a certeza de compartilhar apenas informações que realmente são pertinentes para a vaga.

O recrutador agradece.

Como explicar o motivo de saída da empresa na entrevista?

Como explicar o motivo de saída da empresa na entrevista?

Mesmo que saber como colocar o motivo de saída do emprego no currículo não seja muito importante, conforme já informamos, na entrevista é fundamental que você fale do assunto, afinal, o recrutador irá te perguntar.

Então, a explicação da saída do último emprego deve ser contato com bastante zelo, já que é nesse momento que a equipe de RH e os representantes da empresa irão formar a opinião sobre o candidato.

Sendo assim, é importante sempre manter a postura e dar embasamento a qualquer tipo de argumento.

Para te ajudar, separamos alguns motivos de saída para você conseguir formular uma resposta em sua próxima entrevista:

6 motivos válidos de saida de emprego

Motivo da saida da empresa: 1. Sem expectativa de crescimento

Motivo da saida da empresa: 1. Sem expectativa de crescimento

Esse é um dos motivos mais comuns das saídas de empresas.

O ser humano precisa de estímulos para se sentirem engajados, de desafios para serem superados.

Então, se você não está tendo esse estímulo e percebe que está estagnado, é muito natural sentir-se desinteressado com o cargo.

2. Falta de objetivos

Ter um objetivo claro é algo vital para motivar alguém.

Quando a única motivação é pagar as contas no final do mês, fica difícil se empolgar com a função que estava exercendo.  

Motivo de saida de emprego: 3. Insatisfação pessoal

Esse é um motivo muito importante e delicado de expor.

Caso você alegue isso durante a entrevista, é essencial que você saiba exatamente o que causou essa insatisfação e por que acha que acontecerá novamente em outra empresa.

Explique com calma e de forma bem clara.

4. Salário baixo

Motivo da saida da empresa: Salário baixo

Tenha cuidado ao falar sobre o assunto salário, pois o recrutador vai perguntar o que seria um bom salário para você.

Caso responda um valor muito alto, provavelmente a porta vai se fechar.

Motivo de desligamento da empresa: 5. Mudança de vida

Esse motivo é bem mais tranquilo e os recrutadores entendem melhor a questão em si, pois você pode ter mudado de cidade ou esteja começando uma pós-graduação que precise de mais flexibilidade de horário

6. Uma nova perspectiva

Motivo de saida de emprego: Uma nova perspectiva

Tudo muda, inclusive as pessoas.

Talvez o seu emprego atual não seja o grande próximo passo que você pensou que seria.

Não há problema em admitir.

Como falar sobre a demissão na entrevista de emprego

Conforme já comentamos, como colocar o motivo de saída sempre será um tópico um pouco delicado durante a entrevista, principalmente se você foi demitido.

E caso o motivo da sua saída tenha sido a demissão, não minta.

Essa é uma das mentiras mais frequentes no currículo.

E você será descoberto.

O recrutador entra em contato com algumas das suas antigas empresas para analisar algumas das informações que constam no currículo. 

A maioria deles faz isso.

E quer saber de uma coisa? 85% dos candidatos mentem.

Entenda, se tanta gente entrou na estatística, isso significa que foram descobertos.  

Tenha a certeza de que com você não será diferente.

Por isso, colocamos aqui algumas dicas para deixar o recrutador do seu lado, mesmo depois da demissão:

Como dizer na entrevista que foi demitido: 3 dicas

Focar no quanto aprendeu:

Conte para o recrutador o motivo da sua demissão e todas as lições que você aprendeu com isso.

Ter a capacidade de admitir e aprender com os erros, mostra grande maturidade;

Foco no futuro:

Converse um pouco sobre como você pretende aplicar as lições que aprendeu em oportunidades profissionais futuras;

Nunca fale mal da empresa anterior:

Guarde o rancor para depois.

Não fale mal da empresa ou do ex-chefe.

Os recrutadores vêem isso como falta de profissionalismo.

Ao seguir essas dicas, será mais tranquilo colocar o recrutador do seu lado e fazê-lo entender que não cometerá os meus equívocos da empresa anterior.

Agora você sabe que é possível transformar o problema em oportunidade.

Dá para comentar sobre o motivo de saída da empresa anterior sem ficar mal para você.

Conclusão

Neste conteúdo mostramos que não é necessário saber como colocar o motivo de saída do emprego por escrito no currículo.

Utilize esse espaço para adicionar informações importantes sobre suas habilidades e experiências profissionais positivas.

Porém, é necessário saber informar de forma verdadeira e clara o motivo da saída do emprego durante a entrevista para o recrutador.

Sendo assim, não minta, já que a maioria das equipes de RH ligam para os empregos anteriores dos candidatos para validar algumas informações e essa é uma delas.

Caso você tenha sido demitido, não precisa se preocupar, explique os motivos e que aprendeu as lições necessárias para que isso não ocorra novamente.

Agora é com você, utilize as dicas que demos aqui para você em sua próxima entrevista, com certeza os resultados serão positivos.

Você quer aumentar suas chances de conseguir sua vaga de sonho?

Aprenda aqui como se comportar em sua entrevista de trabalho.

Boa sorte!

 

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You May Also Like