Guia 2021 Para Elaborar Relatório De Estágio – Dicas E Técnicas Aqui!

Saiba no post de hoje como elaborar um relatório de estágio e entenda as principais características que esse documento deve seguir para ser perfeito

Escrever um relatório de estágio é obrigatório para todos os estudantes que estão no último ano de graduação.

Afinal, este documento relata tudo o que o indivíduo viveu durante o seu estágio. Bem como, expõe de maneira clara e lógica os seus aprendizados durante essa fase tão importante para melhor compreensão da profissão que, em breve, será exercida.

Entretanto, o relatório de estágio não pode ser tão longo nem tão aprofundado quanto o TCC (Trabalho de Conclusão de Curso).

Todavia, jamais deve ser raso e superficial. Ou seja, ele precisa seguir algumas normas importantes para a sua correta confecção.

Você sabe quais são elas? Se deseja saber mais sobre o relatório de estágio, chegou ao local certo! Veja no post de hoje algumas dicas sobre como escrever o seu relatório.

Ademais, entenda quais erros jamais devem ser cometidos ao elaborar esse documento. Confira e tenha uma leitura maravilhosa! Conte sempre conosco!

Afinal, o que é o relatório de estágio?

Antes de mais nada, saiba que o estágio é um dos pontos mais importantes de qualquer graduação. Assim, costuma ser realizado em locais fora da faculdade, tais como:

  • Indústrias;
  • Clínicas;
  • Hospitais;
  • Construções civis;
  • Escritórios;
  • Oficinas;
  • Dentre outros locais que tenham relação direta com a área de atuação do futuro profissional.

Nesse sentido, o relatório de estágio consiste em um documento onde o estudante deverá anotar e documentar tudo o que viveu nesse local externo à faculdade.

Desse modo, além de realizar (e ser aprovado) em todas as disciplinas da graduação, é indispensável que o aluno apresente um relatório correto e dentro de todas os parâmetros que discorreremos abaixo. Acompanhe a leitura.

Como um relatório deve ser estruturado?

Relatório De Estágio

Primeiramente, saiba que o relatório de qualquer estágio de graduação possui uma estrutura específica. Dessa forma, não basta anotar tudo o que você viveu no estágio e enviar para os professores.

De maneira clara e resumida, é necessário que o seu relatório possua:

  • Descrição objetiva das atividades que você desenvolveu na instituição em que estagiou;
  • Análise crítica de situações de pressão e possíveis soluções levantadas para tais momentos;
  • Bem como, você deve deixar claro como os conhecimentos adquiridos no curso te ajudaram durante o seu estágio.   

Além disso, existem alguns elementos obrigatórios para o documento. São eles:

Antes do texto

Chamamos de elementos pré-textuais tudo o que vem antes do relatório propriamente dito. Nesse sentido, você deverá estruturar o documento com:

  • Capa;
  • Folha de rosto;
  • Folha de aprovação;
  • Item opcional mas bastante utilizado: agradecimentos;
  • Resumo;
  • Sumário ou índice.

Ou seja, antes do relatório você precisa caprichar nas páginas que citamos acima. Só então, poderá iniciar o seu relato de estágio. Veja abaixo como o relatório de estágio precisa ser estruturado.

O relatório em si

Basicamente, o relatório precisa conter 4 eixos centrais. Indicamos isso para que o seu documento não fique confuso.

Bem como, para que o leitor consiga se orientar nas suas anotações sobre os trabalhos desenvolvidos. Assim, os elementos textuais básicos do relatório são:

  • Introdução: como o próprio nome já diz, aqui você deve falar rapidamente sobre o que é o relatório e porque o estágio ocorreu. Tente ser o mais breve possível e deixe para adentrar nos detalhes em outro momento;
  • Descrição da companhia onde estagiou: nessa seção do relatório, recomendamos que você fale sobre a empresa onde estagiou. Portanto, cite o nome, mercado de atuação e valores da organização. Também é importante falar sobre a infraestrutura da companhia e sobre as suas atividades desenvolvidas;
  • Descrição do estágio: enfim, chegamos ao ponto em que você deve expor com mais detalhes o que desenvolveu ao longo do estágio. Desse modo, fale sobre as atividades realizadas, equipamentos da empresa, o que você aprendeu durante essa fase, etc. Recomendamos que você utilize citações e busque embasar as suas informações com dados bibliográficos;
  • Conclusão do relatório: por fim, utilize esse espaço para expor o que o estágio representou na sua trajetória acadêmica e profissional. Aproveite e cite pontos negativos e positivos dessa experiência para a sua vida.

Após o relatório o que deve aparecer no texto

Por último, depois do seu relatório de estágio é importante inserir os elementos pós-textuais no seu documento. Nesse sentido, você deve colocar os seguintes itens:

  • Referências bibliográficas;
  • Apêndice: item opcional mas muito utilizado para inserir fichas de clientes, pastas de entrevistas, projetos desenvolvidos na companhia, dentre outros itens;

Anexos: diferentemente do apêndice, aqui são inseridos documentos elaborados por outras pessoas e que comprovam o seu trabalho em um estágio. Pode ser e-mails, fotos, infográficos, etc.

Dica bônus: atenção com a formatação!

Atualmente, as faculdades e escolas de cursos tecnólogos oferecem modelos de relatórios de estágio. Ou seja, você deve seguir o modelo disponibilizado pela sua escola para garantir um excelente documento.

Contudo, de maneira geral, os relatórios seguem alguns padrões de formatação, a saber:

  • Fonte legível como Times New Roman ou Arial tamanho 12;
  • O texto deve estar justificado;
  • Ademais, os parágrafos sempre devem ser recuados para mostrar ao leitor essa diferenciação no texto (recuo de 1,25 centímetro);
  • Bem como, o documento deve ser impresso em folha branca A4 e encadernado;
  • Por fim, as margens superior e inferior devem ser de 2,5 centímetro. As demais, de 3 centímetros.

Dicas para redigir um ótimo relatório

Ao passo que você sabe como deve estruturar o seu relatório, chegou o momento de saber como escrevê-lo corretamente.

Dessa forma, deixaremos 3 dicas básicas para te ajudar na hora de redigir o documento. Veja e anote essas sugestões:

Estruture adequadamente o relatório

De antemão, é primordial seguir a estrutura que deixamos acima. Bem como, recomendamos que você organize todas as suas ideias antes de colocá-las no papel.

Afinal, seu relatório precisa ser coerente e conciso e não uma “colcha de retalhos”, combinado?

Nunca plagie

Ademais, sempre que você for citar alguém, faça as referências adequadamente. Plágio é crime e, convenhamos, bastante feio.

Por isso, fique atento(a) para não usar palavras de outros autores e/ou estudiosos. Se possível, peça a um revisor para conferir o seu texto.

Em síntese, vale a pena o investimento e a garantia de um relatório de estágio perfeito!

Use corretamente a norma culta da língua

Além disso, é importantíssimo que você utilize o português padrão na hora de elaborar o seu documento. Portanto, nada de usar gírias ou jargões na escrita do relatório.

Bem como, tome muito cuidado com a grafia das palavras e conjugação dos verbos. Ah! Nesse sentido, recomendamos que você sempre use a primeira pessoa do singular (eu) e nunca a terceira pessoa (ele).

Afinal, não há problema algum escrever desse modo, pois o relatório é justamente sobre as suas vivências.

5 erros que você não pode cometer ao elaborar o seu relatório de estágio

Relatório De Estágio

Estamos quase no final do post de hoje. Entretanto, não podemos encerrar essa matéria sem te mostrar os erros mais comuns que alguns estudantes cometem na hora de elaborar o relatório de estágio. Veja quais são e evite esses deslizes na hora de escrever o seu, confira!

1.      Não revisar as citações e gramática

Sabemos que o último ano da faculdade é enlouquecedor. Contudo, isso não pode ser uma desculpa para você não revisar o seu relatório.

Conforme comentamos acima, você pode pagar um revisor para isso, se preferir. O importante é não deixar o seu documento sem revisão e com erros de português.

Ademais, confira todas as suas citações e confirme as referências. Lembre-se: isso é fundamental para evitar plágios e até reprovação do relatório, viu?

2.      Escrever muitas coisas desnecessárias

Sob o mesmo ponto de vista, nada de se alongar demais no relatório e contar detalhes de todos os dias do estágio.

Nesse sentido, recomendamos que você leia o modelo da sua instituição de ensino e siga sempre esse documento.

Tente ser objetivo(a) e direto(a). Assim, não precisará “encher linguiça” para mostrar para a banca avaliadora que desempenhou um bom trabalho no estágio.

3.      Exagerar na norma culta

Lembra que falamos sobre usar o bom português? Pois é, mas tome cuidado para não tornar o seu relatório de estágio impossível de ser lido.

Desse modo, nada de usar palavras desconhecidas ou termos muito específicos. Isso gera mal estar no leitor e impede que a leitura flua facilmente.

4.      Não detalhar acontecimentos importantes

Ajudou no fechamento de um contrato? Conseguiu ser efetivado(a) na empresa? Esses são acontecimentos super importantes, não é mesmo?

Portanto, se coisas desse nível ocorrer no seu estágio, não deixe de citá-las e exponha tudo sobre as vitórias que obteve nessa fase da sua carreira acadêmica/profissional.

5.      Não seguir a cronologia dos acontecimentos

Por fim, nada de começar a narrar o estágio do meio para o fim ou em ordem cronológica inversa.

Ou seja, sempre narre os fatos da data de início do estágio até o final e pontue os momentos mais importantes. Citar as coisas fora do tempo deixa o leitor perdido(a) e entediado(a) durante a leitura.

Aprendeu a elaborar corretamente um relatório de estágio? Temos vários posts sobre carreira e desenvolvimento pessoal.

Ative as notificações do nosso site e fique por dentro dos nossos conteúdos exclusivos!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You May Also Like