Desmotivação No Trabalho: 7 Dicas, Causas E Como Evitar

A desmotivação no trabalho é algo muito comum nos tempos em que vivemos.

Afinal, muita gente está insatisfeita com o próprio trabalho.

Além disso, acreditamos que retornar para a empresa durante a pandemia do novo coronavírus ou atuar 100% home office, mexeu muito com milhões de trabalhadores.

Entretanto, todos sabemos que o emprego é fundamental tanto para nosso sustento, quanto para nosso crescimento.

Nesse sentido, como ter motivação no trabalho?

É possível lidar melhor com nossa carreira e sentir menos ansiedade?

Em busca dessas respostas, elaboramos um artigo completo sobre esse assunto.

Se isso ocorrer com você ou com alguém da sua equipe, fique de olho!

Veja como lidar com essa situação e acabar com a insatisfação no trabalho já!

Confira e tenha uma excelente leitura!

Desmotivação no trabalho: Prevenir é melhor do que recuperar

O que é a desmotivação no trabalho?

O que é a desmotivação no trabalho?

A desmotivação no trabalho é um conjunto de características que demonstram a ausência de empenho e zelo pela função.

Desse modo, é comum que pessoas que não amam o que fazem ou não enxergam com relevância o seu trabalho, passem por isso.

Assim, é muito importante estarmos atentos aos sinais de desmotivação profissional em nós mesmos ou em integrantes da nossa equipe.

Quais as características de um profissional desmotivado?

Sob o mesmo ponto de vista, existem alguns sinais de alerta que pessoas desmotivadas transmitem.

Os principais são:

  • Atrasos e faltas constantes (sem motivos plausíveis);
  • Bem como, postura desleixada na empresa;
  • Discussão com colegas e com superiores;
  • Ademais, o colaborador desmotivado rende muito menos.

É importante notar se você ou colegas estão mostrando esses sinais.

Em caso positivo, é necessário reverter essa situação o quanto antes.

Colaboradores insatisfeitos geram:

  • Queda de produtividade na equipe;
  • Estresse no ambiente de trabalho;
  • Há casos em que vemos aumento de fofocas e bate-boca;
  • Conflitos com superiores;
  • Dentre outros problemas.

Afinal, o que causa a falta de motivação no trabalho?

De antemão, saiba que existem muitos motivos que geram a desmotivação no trabalho.

Os principais deles são:

Salário e benefícios pouco atrativos

O que causa a falta de motivação no trabalho: Salário pouco atrativo

Diante de um cenário de crise, os benefícios e salários estão cada vez mais apertados.

Todavia, isso não deve ser uma regra e se manter por anos a fio.

Nesse sentido, diversas companhias perdem talentos devido à ausência de benefícios.

Bem como, por querer pegar o mesmo salário sem aumento a um funcionário sempre.

Ausência de um bom plano de carreira

Além disso, é essencial que a empresa tenha um plano de carreira atraente.

Ou seja, que o colaborador sinta vontade de se capacitar para conquistar cargos mais altos.

Em resumo, só assim o funcionário sente desejo de se capacitar e crescer dentro da companhia.

Reconhecimento zero

Ademais, muitas empresas não valorizam corretamente seus colaboradores.

Em síntese, isso gera estresse a desmotivação no funcionário.

Afinal, ele(a) não vê motivos para se dedicar e produzir com afinco, pois não será valorizado.

Desse modo, recomendamos que gestores e líderes tenham muita empatia e carinho pelos funcionários.

Péssimo diálogo

Outro ponto que gera muito estresse e pode atrapalhar a sua carreira é a falta de comunicação na empresa.

Nesse sentido, há muitas companhias que não valorizam:

  • Feedbacks;
  • Reuniões em que todos possam falar;
  • Pesquisas anônimas para que os funcionários exponham as suas opiniões.

Assim, a falta de diálogo causa desmotivação e até falta de desejo de ir trabalhar todos os dias.

O que fazer quando se perde a motivação no trabalho?

Após perceber que colaboradores estão nessa situação, é possível revertê-la?

Sim, porém, é necessário empenho e dedicação.

Portanto, veja abaixo algumas dicas sobre o que fazer quando perdemos a motivação no trabalho:

Autoconhecimento é tudo

Primeiramente, indicamos que você faça um exame de consciência.

Ou seja, é importante que você pense sobre seu emprego, sonhos e metas.

Será que você deseja mudar de área de atuação?

Quais as metas que você abandonou nos últimos anos?

A crise financeira está afetando sua carreira profissional?

Depois de responder essas questões, você terá mais clareza sobre a sua situação!

Afinal, por que estou desmotivado(a)?

Do mesmo modo, identifique o(s) motivo(s) que causa a sua desmotivação no trabalho.

Se você esperava uma promoção que nunca aconteceu, converse com um superior.

Ademais, seja transparente e exponha para o líder ou gestor que as coisas não estão de acordo com o combinado.

Opções para melhorar a situação!

Abaixo, iremos te mostrar algumas possibilidades para lidar com essa situação:

  • Caso você esteja esgotado(a) ou muito cansado(a), peça férias;
  • Se o problema for salário e benefícios, quem sabe um diálogo não melhore o cenário?

De quem é a responsabilidade pela falta de motivação no trabalho?

Essa é uma pergunta muito polêmica e que sempre gera discussões no ambiente corporativo.

Afinal, existe um único culpado pela falta de motivação no trabalho? De antemão, a resposta é não.

Normalmente, há vários fatores que geram a desmotivação no trabalho.

De maneira sucinta, podemos afirmar que muitos colaboradores colocam muitas expectativas em determinados cargos.

Sob o mesmo ponto de vista, diversas empresas erram ao não terem boas políticas internas e benefícios atrativos.

Assim, temos um conjunto de situações que levarão a funcionários frustrados e organizações com:

  • Alto índice de “turnover”;
  • Queda de produtividade;
  • Indicadores ruins de crescimento;
  • Estresse no ambiente de trabalho;
  • Bem como, impossibilidade de promoção de líderes.

Afinal, como promover pessoas desmotivadas e que não vestem a camisa da companhia?

7 Dicas para lidar com a desmotivação no trabalho!

Agora que já sabemos tudo sobre motivação e estresse no trabalho, vamos aprender a lidar com isso.

Assim, essa fase será deixada para trás o mais rápido possível. Veja!

1. Desenvolva soft skills

Lidar com desmotivação no trabalho: Desenvolva soft skills

Soft Skills são características profissionais que não conquistamos com diplomas.

Nesse sentido, são aptidões que têm relação com inteligência emocional.

Desse modo, para ter motivação no ambiente corporativo, é primordial possuir:

  • Resiliência;
  • Proatividade;
  • Bom relacionamento interpessoal;
  • Facilidade para se adaptar às mudanças;
  • Controle das emoções (principalmente em situações de estresse).

2. Saiba mais sobre você mesmo(a)

Conforme citamos anteriormente, o autoconhecimento é fundamental para construir uma carreira de sucesso.

Dessa forma, faça uma autoavaliação: você ama o que faz?

Em resumo, você considera o seu trabalho importante?

Se as respostas forem “não” é hora de ter novos planos e talvez até trocar de profissão!

Porém, se você adora o que faz, talvez só precise de férias ou de uma boa conversa com um gestor sobre:

  • Plano de carreira;
  • Salário e bônus ou benefícios;
  • Algum problema no local de trabalho (como fofoca, por exemplo).

3. Construa um plano profissional

Defina seu sucesso

Também podemos chamar esse tópico de “plano de carreira”.

Afinal, o que você deseja ter como profissional em 5 ou 8 anos?

A empresa que você trabalha oferece condições de atingir os seus sonhos?

Desse modo, você poderá avaliar se a companhia te dá oportunidades de alcançar essas metas.

Se sim, anote o que você deseja e em quanto tempo quer estar em outro cargo/área e até mesmo em qual local da empresa deseja atuar.

4. Tenha equilíbrio: vida profissional x vida pessoal

Esse tópico é um dos mais importantes!

Muitas pessoas estão exaustas e fadigadas de tanto trabalhar!

Isso porque elas não conseguem balancear a vida pessoal e a profissional.

Se você acha que para crescer na carreira, precisará esquecer dos amigos e da família, está enganado(a)! nesse sentido, temos algumas dicas para te ajudar a conseguir equilíbrio, veja:

  • Tenha 1 ou 2 dias de folga por semana. Nesses momentos, não atenda a ligações profissionais e foque a atenção no lazer e na diversão;
  • Cuidado para não levar serviço para casa diariamente. Muitos casamentos estão sendo destruídos por causa disso;
  • Entenda que tudo na vida requer ponderação. Portanto, nada de trabalhar 14, 16 horas por dia. Você viverá estressado(a) e corre o risco de ficar doente!

5. Estude sobre motivação no trabalho

Esse artigo é muito esclarecedor, não é mesmo?

Para saber ainda mais sobre a desmotivação no trabalho e como lidar com isso, informe-se!

Dessa forma, procure fontes confiáveis sobre o assunto e fique de olho em você e nos seus colegas!

6. Tenha motivação diária

Além disso, é fundamental se motivar todos os dias.

Para isso, indicamos algumas atitudes como:

  • Cumpra as metas diárias (não deixe acumular serviço);
  • Medite e/ou ore diariamente. Isso oferece calma e tranquilidade;
  • Evite fofocas e jamais entre em discussões polêmicas no ambiente de trabalho;
  • Mantenha o foco nas suas metas profissionais.

7. Capacite-se sempre!

Por fim, estude sempre e se capacite a todo o momento.

Afinal, o mercado de trabalho muda muito rápido e só pessoas altamente qualificadas poderão se sobressair.

Entretanto, você não precisa gastar muita grana para isso!

Há diversas plataformas online que oferecem cursos de capacitação gratuitos, como a Fundação Getúlio Vargas, Rock Content e Fundação Bradesco.

Nosso artigo de hoje sobre a desmotivação no trabalho te ajudou?

Temos certeza que sim!

Portanto, compartilhe nas suas redes sociais e pelo Whatsapp esse link!

Desse modo, mais pessoas poderão ter acesso a essa matéria!

Até a próxima!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You May Also Like