Como Mudar De Vida Financeira: 9 Dicas Transformadoras

Você sabe como mudar de vida financeira em 2021?

A maioria das pessoas gostaria de alterar algum aspecto de sua vida financeira caso pudesse.

Organizar a vida financeira é uma tarefa difícil.

Isto porque você está acostumado desde cedo a agir de uma maneira específica para no meio da vida alterar sua percepção de realidade.

Saber como ter uma vida boa financeiramente não significa necessariamente ficar rico e acumular milhões em sua conta.

É muito mais simples que isso.

Significa conforto, poder dormir tranquilamente todas as noites e sem permitir que o estresse dos boletos te cause insônia.

Venha comigo e aprenda essas dicas únicas sobre como mudar de vida financeira.

Como Mudar De Vida Financeira - O que causa a falta de educação financeira?

O que causa a falta de educação financeira?

A ausência de educação financeira é uma das principais causas para os brasileiros não saberem como organizar a vida financeira.

Afinal, o que causa a falta de educação financeira?

De modo geral, é durante a escola (primário, ensino fundamental e ensino médio) que as crianças aprendem lições valiosíssimas para levar à vida, por exemplo, como organizar sua vida financeira pessoal.

Entretanto, na grade curricular das crianças e jovens brasileiros não há previsão de disciplinas sobre educação financeira.

O desenvolvimento da educação financeira

Se isso não é ensinado desde cedo, como esperar que as pessoas aprendam?

Além disso, temos um problema ainda mais grave e, talvez, mais complicado de solucionar.

Vivemos em um país que faz parte do grupo dos “em desenvolvimento”.

É mais frequente que nações já desenvolvidas como os Estados Unidos ou o Japão incentivem os cidadãos a saberem como planejar a vida financeira.

Não, não estamos exagerando.

Em palavras mais simples, a cultura desses países ensina eles a serem mais organizados e a não dependerem (principalmente em questões de dinheiro) de absolutamente ninguém.

No Brasil, o quadro é diferente.

Os indivíduos não são independentes. Há sempre aquele pensamento de que “se as coisas apertarem, eu pego o dinheiro com o banco”.

O último elemento para explicar o que causa a falta de educação financeira é a sociedade de consumo.

Até mesmo porque, muito antes da sociedade de consumo, os brasileiros já não sabiam organizar suas finanças.

Quais são os problemas financeiros de uma família?

Antes de dizer o que fazer para resolver problemas financeiros, precisamos identificar quais são os principais problemas financeiros que assolam as famílias.

1 – Cartão de crédito

Vamos começar pelo maior vilão entre todos – o cartão de crédito. Não sabemos como utilizá-lo.

A mera ideia de “pagar depois” é uma influência poderosa para que milhões de pessoas caiam na onda de estourar o limite do crédito.

A situação atinge níveis catastróficos quando a pessoa não consegue pagar o cartão de crédito e utiliza o crédito rotativo.

Sua dívida vai a níveis astronômicos.

2 – Parcelamento de boletos

Fora o cartão de crédito, o parcelamento de boletos é um problema.

Parcelar deveria ser para situações extraordinárias.

Em casos que a pessoa precisa muito daquele produto, mas não possui o dinheiro.

Todavia, o parcelamento de dívidas se tornou a primeira opção, mesmo quando a pessoa possui dinheiro para pagá-lo a vista.

3 – Falta de uma reserva de emergência

A ausência de uma reserva de emergência é mais um dos péssimos hábitos financeiro dos brasileiros.

Não há segurança para o futuro.

Se alguém perder o emprego ou sofrer um acidente, não há previsão orçamentária para lidar com essas situações.

E o problema é que, cedo ou tarde, situações inesperadas vão ocorrer. Faz parte da vida.

E se não estiver minimamente preparada para elas, sua vida financeira pode se transformar em uma tremenda bolsa de neve.

Esses problemas apontados são quase um padrão na maioria dos lares brasileiros.

Além desses, podemos apontar uma série de outros problemas que também contribuem à questão:

O que mais pode causar problemas financeiros?

  • Salários baixos: é necessário fazer uma ressalva. Não devemos associar salários menores com a pior organização da vida financeira. Há pessoas que ganham muito bem e ainda assim não conseguem saber como organizar a vida financeira pessoal;
  • Não realizar investimentos;
  • Altas taxas do desemprego;
  • Consumismo.

Como mudar de vida financeira e se livrar das dívidas? 9 dicas transformadoras

1 – Como conseguir mudar de vida financeiramente: Calcule suas despesas mensais

Parece um exagero, mas boa parte das pessoas não sabem quanto elas consomem e gastam todos os meses.

Não há como pensar em reorganização da vida financeira sem ao menos conseguimos mensurar o tamanho do estrago.

Posto isso, pegar caneta e papel e anotar desde o aluguel até aquele sorvete que tomou semana passada é essencial.

Desse modo, poderá ter uma visão geral de sua vida financeira, podendo tomar alguma medida para reorganizá-la.

2 – Como começar a mudar de vida financeira para melhor: Enxugue as despesas domésticas mensais

Após ter feito os cálculos mensais, é hora de eliminar tudo o que não for essencial.

Gastos fúteis que fazemos todos os meses sem nem realmente querer fazê-los.

Outra dica muito prática neste ponto é: ao fazer compras, vá sempre com uma lista e atenha-se a ela.

O supermercado é um dos principais gastos das famílias. Logo, saber diminuir os gastos nesse segmento te fará economizar bastante.

Quer saber como se livrar das dívidas e manter uma vida financeira saudável?

Comece focando nos gastos recorrentes e descartando os secundários.

Como Mudar De Vida Financeira - Pare de comer fora

3 – Como controlar a minha vida financeira: Pare de comer fora

O Instituto de Pesquisa de Geografia e Estatística – IBGE – divulgou a Pesquisa de Orçamentos Familiares (2017-2018), apontando que, ao passarem a comer fora de casa, os gastos com alimentação dos brasileiros aumentaram.

O problema da alimentação fora de casa é que, além de continuarem comprando alimentos para a casa, é adicionado à lista esse gasto extra.

Não houve substituição da alimentação em casa pela alimentação fora de casa. E, ao existirem as duas coisas, em simultâneo, o gasto pode até dobrar.

4 – Como crescer na vida financeira: Pare de usar seus cartões de crédito

Se o cartão de crédito foi apontado como o maior vilão, obviamente os gastos com ele precisa ser diminuídos.

Comece ficando com apenas 1 cartão de crédito.

É comum que as pessoas acumulem 3 ou 4 cartões de bancos diferentes. Escolha um, depois vá ao banco e peça para reduzir o limite.

Se a sua vida financeira estiver muito desorganizada, cancele todos os cartões de crédito por um tempo.

Mas não basta escondê-los de si mesmo. Peça que o banco cancele seu funcionamento.

Posteriormente, quando tiver assegurando sua reorganização financeira, pode solicitar um (apenas um) novo cartão de crédito, cujo limite seja pequeno.

5 – Dicas de como organizar a vida financeira: Negocie suas dívidas

Como se livrar das dívidas e poupar dinheiro? Vá até seus credores (banco ou loja) e negocie suas dívidas.

Durante a negociação, não tenha medo de implorar por descontos.

Os bancos costumam ser mais flexíveis neste ponto.

Se souber ser cativante o suficiente conseguirá um alívio na dívida final ou, ao menos, uma negociação que não fique tão pesada para o seu orçamento mensal.

6 – Organizar vida financeira: Encontre fontes de renda extra

Se o seu salário não está conseguindo suprir todos os seus gastos, pensar numa fonte de renda-extra é muito bem-vindo.

A ideia é conseguir realizar alguma atividade que dê lucro e, dessa forma, possa complementar sua renda mensal, te dando suporte para a reeducação financeira.

São milhares de atividades que podem ser exploradas.

Desde atuar como cabeleireira e manicure, ser professor (a) particular, passear com o cachorro do vizinho até investimentos no mercado financeiro.

Há pessoas que se dão tão bem que transformam a atividade extra em renda fixa.

7 – Como subir na vida: Melhore suas habilidades no trabalho

Ao buscar aperfeiçoar suas habilidades no trabalho, estará demonstrando sua afeição e carisma pelo trabalho que executa.

E isto é muito bem-visto por chefes.

Pode ser que até consiga subir de função ou, ao menos, seja atribuído a você responsabilidades novas, o que implicará em salários maiores.

8 – Como organizar a sua vida financeira: Monte sua reserva de emergência

A montagem de uma reserva de emergência precisa ser feita.

Quanto deve ser a minha reserva de emergência?

É necessário ter segurança para o futuro. O ideal é que o montante da reserva de emergência corresponda a 6 meses do seu salário atual.

Assim, se você ganha R$ 1.000,00, sua reserva deverá ser de R$ 6.000,00.

Se você é daqueles que não consegue deixar o dinheiro reservado em sua conta poupança, encontre uma forma para dificultar o acesso a ele.

Uma ótima alternativa é investir no tesouro direto.

Além de ser super seguro, render bem mais que a poupança e ainda oferece riscos praticamente nulos.

Assim, seu dinheiro estará bem guardado, rendendo e sem chances que você possa perdê-lo.

Para tal, vá até seu banco e fale: “quero começar a investir no tesouro direto!”.

Eles farão seu cadastro e liberarão o login e a senha para acesso do aplicativo.

Por lá você pode escolher a modalidade que mais enquadrar em seu perfil e pode começar a investir.

Terá que fazer um aporte inicial (investimento mínimo inicial) e, posteriormente, você decide quanto deseja pagar todos os meses.

9 – Como vencer na vida financeira: Aprenda a investir

Terminamos o último tópico falando sobre o tesouro direto (que é uma opção de investimento). Todavia, há várias outras opções para investir.

O mercado financeiro tem transformado vida financeira de muitas pessoas, já que é um mercado com altíssima lucratividade.

Mercado de ações, fundos imobiliários, fundos de investimento, tesouro direto e criptomoedas.

É uma imensa variedade de mercados. Muitos dizem que o mercado financeiro é o futuro.

Assim, saber como funciona e entender os passos básicos para investir é essencial.

Afinal, como mudar de vida financeira?

Saber como mudar de vida financeira exige bastante organização e planejamento.

Não é uma tarefa complexa, porém, se as dicas apontadas ao longo desse texto não forem seguidas fielmente, você acabará retornando ao estágio de frustração inicial.

O problema não é exclusivamente o salário baixo.

Principalmente, não conseguir adequar esse salário a seu padrão de vida.

O que fazer para resolver problemas financeiros?

Simples, siga esse guia atentamente e não deixe nada escapar.

Daqui a 6 meses, analise se sua vida financeira não sofreu uma transformação.

Aprendeu a como mudar de vida financeira?

Estamos em 2021, depende de você saber se quer passar mais um ano afundado em dívidas e estresse.

Portanto, tome estas dicas e vire sua vida ao contrário.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You May Also Like