Como Fazer Networking No LinkedIn: 5 Dicas Para Ter Êxito

Muitos leitores já nos questionaram sobre como fazer networking no LinkedIn. Todavia, a imensa maioria não entende sequer o que é networking.

Desse modo, muitas pessoas confundem uma ferramenta importante para o seu crescimento profissional com meras “curtidas” em posts ou adulação.

Portanto, para você construir boas conexões nas redes sociais é necessário entender algumas coisas previamente, tais como:

  • O que é e como fazer networking corretamente;
  • Qual o seu objetivo em criar e gerenciar uma rede de contatos profissionais;
  • Por fim, como realizar isso no LinkedIn.

Se você está interessado(a) em saber mais sobre esse tema, acompanhe a matéria de hoje. Para te ajudar, vamos mostrar todos os passos sobre como fazer networking no LinkedIn.

Ademais, iremos apontar para você erros e equívocos que devem ser evitados nessa, e até em outras, redes sociais. Confira e aproveite esse conteúdo gratuito e exclusivo que produzimos com carinho para você!

Benefícios em ter um LinkedIn de sucesso 

De antemão, vamos te mostrar os benefícios que um LinkedIn de sucesso vai te proporcionar. Veja:

1 – Atração de ótimos perfis

Seja você dono de uma grande empresa ou trabalhador autônomo, saiba que o LinkedIn pode te ajudar a crescer. Afinal, com uma rede de contatos consistente e qualificada você consegue:

  • Primeiramente, se você vende algo ou presta serviços, no LinkedIn é possível captar clientes ou encontrar colaboradores capacitados para o que você almeja;
  • Bem como, você consegue seguir ótimos profissionais que irão te dar dicas, ensinamentos e métodos para produzir mais (e melhor). Ou seja, você pode trocar experiências com outras pessoas!

2 – Engajamento nas alturas

Sob o mesmo ponto de vista, graças ao LinkedIn é possível engajar clientes e público de modo geral. Assim, com conteúdo de qualidade e posts relevantes, você constrói uma relação de proximidade com as pessoas e/ou empresas.

3 – Presença nas redes

Além disso, atualmente é essencial ter presença nas redes sociais. Nesse sentido, estar no LinkedIn também é fundamental. Iremos discorrer mais sobre como fazer networking no LinkedIn abaixo. Continue conosco!

4 – Tenha uma voz que é ouvida

Isso significa ter uma presença digital. Ou seja, você enquanto profissional ou como líder de uma empresa, precisa ser conhecido(a) ou ter a sua marca como uma referência dentro da sua área de atuação.

5 – Tenha muitos seguidores

Ademais, ter um LinkedIn de sucesso garante muitos seguidores para você e/ou para a sua empresa. Assim, é possível:

  • Entender melhor quais são as necessidades e interesses do seu público;
  • Aumentar a visibilidade do seu negócio ou da sua atuação profissional;
  • Bem como, com o LinkedIn você consegue conquistar novos clientes em potencial.

Afinal, o que é networking? 

Conforme te prometemos na introdução deste artigo, vamos te explicar o que é networking. Antes de mais nada, saiba que esse é um termo em inglês que podemos definir como uma rede de contatos profissionais.

Todavia, esse rede existe de modo colaborativo e as pessoas (ou empresas) interagem e se ajudam com algumas atitudes, como:

  • Indicando clientes ou pessoas em potencial para serem consumidoras;
  • Divulgando a marca ou prestação de serviços de outrem;
  • Ademais, estabelecendo parcerias.

Em resumo, o  networking é uma rede essencial para compartilhar informações de negócios e encontrar parceiros para esse fim.

Desse modo, você deve ter notado que o LinkedIn é um excelente lugar para isso, não é mesmo? Afinal, ter conteúdo relevante no LinkedIn vai facilitar muito a ampliação dessa sua rede profissional.

Contudo, existem métodos de fazer isso corretamente e é sobre isso que falaremos agora!

5 dicas sobre como fazer networking no LinkedIn

Não adianta postar o currículo no LinkedIn se você não sabe como fazer marketing pessoal na rede! Portanto, abaixo você verá 5 dicas matadoras sobre como fazer networking no LinkedIn corretamente. Confira e salve essas sugestões agora mesmo. Veja!

1 – Produza conteúdo e seja ativo na rede

De antemão, devemos salientar que não adianta criar uma conta no LinkedIn e não “dar a cara” nas redes. Nesse sentido, crie uma rotina e entre diariamente nessa rede social.

Para fazer um marketing pessoal de qualidade no LinkedIn, é primordial produzir bons conteúdos e estar ativo na plataforma.

Lembre-se daquele ditado “quem não é visto, não é lembrado” e certifique-se de que seu perfil está sendo visto por quem importa!

2 – Tenha um perfil atualizado

Além disso, é imprescindível ter um perfil atualizado e com dados corretos e completos sobre a sua formação. Ademais, você deve sempre manter suas informações em dia, assim, clientes e/ou empregadores conseguirão ver as suas características e pontos fortes. Para isso, indicamos que você:

  • Destaque e dê ênfase às suas experiências ou conhecimentos mais relevantes. Por exemplo, se você é gestor de pessoas, exemplifique com suas vitórias por que você é ótimo neste tipo de cargo;
  • Cite as suas experiências profissionais e caso você não tenha, coloque lideranças na faculdade, trabalhos voluntários ou ações na sua comunidade que merecem destaque na sua trajetória de vida;
  • Por fim, deixe o seu perfil completo com a sua formação acadêmica e com as suas formações complementares. Desse modo, cite quais idiomas você domina e exponha todas as suas qualificações.

3 – Participe de discussões relevantes

Participe de discussões relevantes

Sob o mesmo ponto de vista, é muito importante você participar de grupos, fóruns e debates relevantes para a sua área.

Em síntese, busque debater sobre temas que fazem sentido para você e/ou para a sua marca. Em contrapartida, evite discussões infundadas, polêmicas e atritos no LinkedIn.

Lembre-se de que essa é uma rede totalmente voltada para o mercado profissional e não para bater papo com amigos ou familiares.

Para outros tipos de diálogos use as demais redes, como Pinterest, Instagram, Facebook e outras.

4 – Conecte-se com as pessoas (empresas) certas

Outro ponto de vista que precisamos ressaltar é que você deve fazer contato e manter seguidores que façam sentido para você. Ou seja, desenvolva relacionamento com clientes em potencial e tenha uma rede coerente com o seu tipo de negócio.

5 -Tenha bom senso e não tenha seguidores “fantasmas”

Ainda em relação ao nosso tópico anterior, não crie uma rede imensa que não agrega em nada no seu marketing pessoal.

Desse modo, não adianta ter milhares de seguidores se você não dialoga com eles e não oferece nada em troca.

Nesse sentido, recomendamos que você tenha uma visão de médio e longo prazo. Assim, invista em uma boa rede de relacionamento e em criação de conteúdos de qualidade.

Além disso, sempre faça comentários inteligentes e busque aprender cada dia mais no LinkedIn.

Qual é o maior equívoco sobre networking no LinkedIn? 

Pessoal, de maneira direta e objetiva, o maior equívoco que muitas pessoas cometem no LinkedIn é a busca por popularidade a todo custo.

Desse modo, muita gente constrói centenas de conexões que não fazem sentido e acaba virando apenas “mais um perfil” na rede.

Conforme falamos acima, saber como fazer networking no LinkedIn exige pensamento estratégico e coerente. Veja só um exemplo para ilustrar melhor isso:

  • Flávia é redatora freelancer. Portanto, sua rede de contatos no LinkedIn deve ser voltada para copywriters, escritores, jornalistas, agências de conteúdo para web e outros profissionais dessa mesma área. Assim, não faz sentido Flávia adicionar advogados, médicos, engenheiros ou outros trabalhadores de setores que não têm relação direta com o seu trabalho.

Observação importante: caso algum médico ou advogado precise de um redator, irá “achar” Flávia, mas não faz sentido ela adicionar essas pessoas apenas para “encher” a sua rede de contatos. 

Erros comuns ao fazer networking no LinkedIn

Erros comuns ao fazer networking no LinkedIn

Por último, vale a pena destacar que existem alguns erros muito comuns quando o assunto é networking no LinkedIn. Nesse sentido, vamos falar sobre os principais equívocos que você deve evitar na rede. Confira:

  • Mude o convite padrão que a plataforma oferece. Afinal, sempre que mandamos um convite de conexão para algum usuário, existe uma mensagem já escrita pelo próprio LinkedIn. Todavia, indicamos que você não cometa o erro de apenas clicar no “enter”. Assim, escreva algo que indique quem você é e por que você deseja fazer contato com essa pessoa;
  • Bem como, nada de ficar no LinkedIn postando muito e “enchendo linguiça”. Tal atitude é muito mal vista, tanto pelos clientes em potencial, quanto pelas empresas e agências recrutadoras. Se você tem pouca habilidade de escrita, escreva apenas um post por semana e opine em discussões relevantes. Lembre-se que menos é mais e é muito melhor escrever pouco (e bem) do que digitar muito e não agregar nada aos seus contatos.

Dica bônus: LinkedIn + Twitter

Existe um app que permite que você poste ao mesmo tempo no LinkedIn e no Twitter. Aliás, esse tipo de recurso também ocorre no Instagram e Facebook.

Isso é maravilhoso para quem tem pouco tempo ou um dia-a-dia agitado. Entretanto, tenha muita cautela com esse tipo de praticidade.

Em síntese, prefira usar esse tipo de aplicativo se você também usa o Twitter de modo mais profissional. Assim, sempre poste conteúdo de cunho profissional no LinkedIn e não poste nada pessoal nessa rede, combinado?

Você viu no post de hoje como fazer networking no LinkedIn. Esse conteúdo foi útil? Compartilhe para ajudar outras pessoas!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You May Also Like