Como Escrever Uma Carta De Demissão? Confira 4 Modelos Aqui!

Veja na matéria de hoje como escrever uma carta de demissão e confira 4 modelos prontos e seguros para você se inspirar

Se você deseja sair do seu emprego, precisa saber como escrever uma carta de demissão. Afinal, o documento é obrigatório para se desligar de uma companhia.

Entretanto, muitas pessoas não sabem como elaborar esse tipo de carta, principalmente em um momento confuso e turbulento como é a saída de uma organização.

Nesse sentido, por mais que o trabalhador tenha certeza de que deseja sair da empresa, sempre surge uma incerteza e até mesmo um frio na barriga antes da efetivação do desligamento.

Por isso, fizemos um post completo sobre o tema. Bem como, iremos deixar abaixo 4 modelos de cartas de demissão.

Desse modo, você poderá se inspirar em uma delas e elaborar a que mais se enquadra no seu caso. Sem mais delongas, confira nosso artigo de hoje e tenha uma ótima leitura!

Por que é importante escrever uma carta de demissão?

Antes de mais nada, saiba que é obrigatório por lei que você escreva a sua carta de demissão, caso esteja se desligando do emprego por conta própria.

Nesse sentido, se trata de uma comprovação de que você deseja por livre arbítrio sair daquela companhia.

Todavia, caso a empresa esteja te mandando embora, ou seja, caso você esteja sendo demitido(a) não deve assinar nenhum documento que diga o contrário, combinado?

Em resumo, a carta de demissão é fundamental para quem deseja sair do emprego. Isso ocorre para evitar futuros problemas jurídicos e de ordem trabalhista.

Modelos de cartas de demissão

Ao passo que você sabe porque esse item é importante, é hora de aprender a fazer uma carta de demissão. Portanto, confira nossos 4 modelos!

Dessa forma, te mostraremos modelo de carta com ou sem aviso prévio, do tipo informal e um mais completo e detalhado.

Veja qual melhor se encaixa naquilo que você precisa e mãos à obra! Veja!

Modelo 01 – indica que você vai cumprir o aviso prévio

Primeiramente, esse é um dos tipos de mais comuns de carta de demissão do Brasil. Afinal, é simples e deixa claro que o(a) trabalhador(a) irá cumprir o aviso prévio. Olha:

À (coloque o nome da companhia)

Caro(s) senhor(es),

Devido a motivos profissionais (ou de cunho pessoal), venho através desta carta comunicar formalmente, o meu pedido de demissão.

Assim sendo, aviso que irei me desligar do cargo (escreva o nome do cargo que você ocupa nessa organização) nessa companhia.

Aproveito o ensejo e aviso que irei cumprir o aviso prévio, o que é estipulado por lei. Esse aviso deverá ser cumprido entre os dias XX/XX/XXXX a XX/XX/XXXX (escreva as datas certinhas).

Assine o documento e escreva o seu nome completo embaixo da assinatura.

Modelo 02 – indica que você não vai cumprir o aviso prévio  

Ademais, é possível pedir demissão e não cumprir o aviso prévio. Para isso, você deverá conversar com o seu chefe e/ou gestor e explicar que não quer ou que não pode cumprir os 30 dias estipulados pela lei trabalhista.

Entretanto, se o seu chefe não desejar que isso ocorra, você poderá pagar uma multa pela dispensa do aviso prévio. Por isso, tudo deve ser conversado previamente com o gestor e com o RH da instituição onde você trabalha.

Vale a pena ressaltar que a sua dispensa do aviso prévio deve estar muito clara na sua carta de demissão. Desse modo, veja agora como escrever uma carta de demissão se você não vai cumprir aviso:

À (coloque o nome da empresa que você vai se desligar)

Caro(s) senhor(es),

Venho através dessa carta informar que vou me desligar dessa empresa. Assim, esse é um documento formal em que deixo claro o meu pedido de demissão.

Nesse sentido, não irei mais ocupar o cargo de (cite a sua função na empresa), por motivos profissionais (ou pessoais, escreva o que melhor se enquadra na sua situação).

Além disso, aproveito essa oportunidade e peço, se possível, que eu não precise cumprir o aviso prévio. Desse modo, pretendo encerrar o mais breve possível o me contrato de trabalho com essa organização.

Sem mais,

Local e data.

Assine o seu nome

Escreva o seu nome completo no final da carta.

Modelo 03 – com pesar pela saída e mais detalhada

como escrever uma carta de demissão

Ao contrário do que muita gente pensa, há momentos em que sair de uma companhia é necessário e vai de encontro ao desejo do colaborador.

Desse modo, seja por motivos de saúde, pessoais ou até financeiros, sair do emprego é a opção mais viável para aquele momento.

Por isso, vamos te mostrar agora um modelo de carta de demissão ideal para esse tipo de situação. Ou seja, se você está saindo do emprego com pesar, veja só como escrever uma carta de demissão adequada:

À (escreva o nome da companhia)

Caro(s) senhor(es)

É com grande pesar e tristeza que escrevo essa carta. Afinal, neste documento venho apresentar o meu pedido de desligamento da companhia.

Ou seja, venho por meio desta fazer um pedido de demissão. Todavia, quero deixar claro que faço esse pedido apenas devido a questões de cunho profissional (pessoal ou financeiro, exponha com clareza o real motivo).

Sou muito(a) grato(a) pelos aprendizados e por todo o carinho que tive nessa organização durante o período que atuei no quadro de funcionários dessa empresa.

Aproveito o ensejo e afirmo que irei cumprir o aviso prévio em conformidade com a lei (ou escreva que solicita a dispensa, como citamos no modelo 02).

Local e data.

Assine o seu nome

Escreva o seu nome completo no final da carta.

Modelo 04 – menos formal e com agradecimento

Por fim, temos um modelo mais simples e bastante utilizado nas cartas de demissão feitas por colaboradores brasileiros.

Nesse sentido, se trata de um documento relativamente modesto e sem grandes detalhes do que motivou o pedido de demissão do funcionário. Confira!

À (escreva o nome da organização aqui)

Prezado(s), (insira o nome do chefe ou do responsável por desligamentos do RH)

Venho através desta carta informar de maneira formal o meu pedido de demissão. Desse modo, não irei mais atuar como (escreva aqui o nome do cargo que ocupa).

Irei cumprir o meu aviso prévio, que será de XX/XX/XXXX a XX/XX/XXXX (escreva as datas aqui). (Caso você não vá cumprir o aviso, escreva aqui que solicita a dispensa do mesmo).

Local e data.

Assine o seu nome

Escreva o seu nome completo no final da carta.

Dicas para elaborar uma boa carta de pedido de demissão

Conforme você pode ver, não é tão difícil saber como escrever uma carta de demissão. Contudo, devido ao nervosismo, tristeza e até raiva comuns neste momento da carreira, muitos profissionais se perdem e escrevem cartas sem nenhum critério.

Por falar nisso, nada de expor problemas internos da empresa na carta. De modo geral, se houver algo sério para reclamar, indicamos que você converse com os gestores ou com o RH, combinado?

Nesse sentido, veja abaixo algumas dicas simples sobre como elaborar essa carta de forma profissional e sem grandes problemas. Olha só!

Escreva de próprio punho

De antemão, saiba que a lei obriga que as cartas de demissão sempre sejam escritas por próprio punho.

Desse modo, nada de copiar e colar os nossos modelos citados acima, viu? Segundo apuramos, isso existe para impedir que o funcionário seja coagido a assinar uma carta digitada, por exemplo.

Ou seja, se você deseja pedir demissão, pegue um papel e caneta e escreva uma carta inspirada nos modelos supracitados.

Seja direto(a) e objetivo(a)

Além disso, você também pode ver que as cartas costumam ser curtas e, como consequência, bastante diretas.

Dessa forma, cuidado para não “errar a mão” e se alongar demais neste documento. Assim sendo, as reclamações, críticas, elogios e sugestões não devem constar na sua carta de demissão.

Em síntese, exponha apenas o necessário e encerre o documento com a sua assinatura, data e local.

Menos é mais

Sob o mesmo ponto de vista, não precisa falar tudo o que sentiu nos anos que trabalhou na empresa. Bem como, nada de falar dos colegas ou indicar quem você quer que ocupe o seu cargo.

Se sentir que isso é necessário, fale pessoalmente com o gestor na hora de conversar sobre a sua demissão.

Dicas importantes sobre como pedir demissão

como escrever uma carta de demissão
  • Primeiramente, pense se é isso mesmo que você quer. Ou seja, pondere os prós e contras dessa decisão;
  • Ademais, converse com um gestor ou supervisor e esteja pronto(a) para uma contraproposta. Desse modo, se aumentarem o seu salário ou te trocarem de setor, você se manterá na companhia? Pense nessas possibilidades;
  • Bem como, organize a sua vida financeira. Confirme se você terá emprego ou uma outra fonte de renda após o desligamento. No mais, boa sorte!

Gostou de saber como escrever uma carta de demissão? Assine a nossa newsletter para receber mais matérias como essa diretamente na sua caixa de e-mails. Sempre oferecemos os melhores artigos sobre mercado de trabalho, currículos e carreira!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You May Also Like