Como Colocar Trabalho Voluntário No Currículo: 7 Idéias de Boas Obras Para o CV

Muitas pessoas não sabem, mas o trabalho voluntário pode complementar o seu currículo.

Além de ser uma ferramenta que prova sua proatividade na sua comunidade, ao colocar trabalho voluntário no currículo estará demonstrando à empresa uma série de competências.

Quem disse que auxiliar o próximo não traz benefícios?

Existem casos em que o trabalho voluntário servirá como mais um fortalecedor de suas habilidades para executar aquele cargo.

Vamos aprender como colocar trabalho voluntário no currículo?

O que é trabalho voluntário?

Antes de entender como colocar trabalho voluntário no currículo ou sua importância, devemos nos atentar a uma questão inicial.

O que é o trabalho voluntário?

Bom, trabalho voluntário é algo previsto e definido por lei.

Trata-se da lei de número 9.608 de 1998, que legisla e define o que é o trabalho voluntário.

Nas palavras da lei, em seu artigo 1°, o serviço voluntário é “a atividade não remunerada, prestada por pessoa física a entidade pública de qualquer natureza, ou a instituição privada de fins não lucrativos, que tenha objetivos cívicos, culturais, educacionais, científicos, recreativos ou de assistência social…”.

Trazendo para uma linguagem mais acessível, o trabalho voluntário é aquele que você faz com o objetivo de ajudar alguém (ou algo) e não recebe salário para realizá-lo.

O que fazem as iniciativas voluntárias?

Por exemplo, você certamente já viu, durante o Natal, passar nos jornais e/nas redes sociais aquelas organizações que juntam alimentos para distribuí-los a famílias carentes.

Ou ainda, o ato de distribuir sopas em épocas de frio para pessoas em situação de rua.

Trata-se de trabalho voluntário.

Pois, foi uma atividade que você executou, não recebeu pagamento e possuía objetivo de contribuir, de algum modo, à sociedade.

Em países subdesenvolvidos ou em desenvolvimento (como é o caso do Brasil), trabalhos voluntários são ainda mais frequentes.

Isto porque o poder público desses países não consegue suprir as demandas da maioria da população, restando aos cidadãos com um bom coração assumir essa tarefa.

Importância de colocar trabalho voluntário no currículo

Importância de colocar trabalho voluntário no currículo

Agora que já entendeu o que é o trabalho voluntário, vamos à questão central desse texto – como inserir trabalho voluntário no currículo.

Mas, por que eu faria isso? Qual a importância de colocar trabalho voluntário no currículo?

Além de contribuir para o seu desenvolvimento enquanto ser humano, o trabalho voluntário coloca o indivíduo para desenvolver diversas competências.

E são essas competências que interessam para a empresa.

Ao trabalhar como voluntário, você aprenderá, antes de qualquer outra coisa, a ‘ser’ humano.

Aprenderá a ouvir, a enxergar e a compreender a dor do outro. E não é só isto. Afinal, não basta apenas ver o próximo sofrendo e não fazer nada para ajudar.

Nessa situação, você deve dedicar seu tempo, sua motivação e empenho para fazer algo por outro ser humano.

E as empresas querem saber disso?

As empresas mostram interesse em poeple que tenham feito trabalho voluntário?

Sim. E a tendência é que isto fique ainda mais forte.

Por décadas, empresas foram vistas como um ambiente de extrema formalidade, inflexível, com aquele chefe turrão que odeia a tudo e a todos e só sabe mandar mais trabalho.

Na atualidade, não!

O mundo dos próximos 30 anos começa a ser forjado hoje, e já demonstra sinais claros de ressignificação da relação empresa-funcionário.

Hoje, temos empresas que prezam pelo bem-estar do funcionário, sua saúde mental e as relações interpessoais entre os colegas de trabalho.

Tendo em vista esse novo “normal” que se forma nas empresas, elas têm buscado profissionais que se adequem a esse novo perfil.

E nada é melhor para moldar a empatia, o trabalho em equipe, o saber ouvir e compreender do que o trabalho voluntário.

7 ideias de trabalho voluntário

Sabendo da importância do trabalho voluntário, tenho certeza que está curioso para saber ideias de trabalho voluntário.

Bom, de modo geral, o trabalho voluntário busca atender uma demanda urgente de um indivíduo ou grupo de indivíduos que se encontram em situação vulnerável.

Assim, observando o exemplo de distribuir sopa para pessoas que vivem na rua, podemos analisar que os trabalhadores voluntários pegaram uma demanda que era urgente (nesse caso, a fome e o frio) de um grupo vulnerável (pessoas que vivem na rua e não tem o que comer nem o que se aquecer).

Utilizando a lógica (demanda urgente + grupo vulnerável), você terá centenas de ideias de trabalho voluntário em que possa atuar.

Segue uma lista com algumas possibilidades:

  1. Trabalhos voluntários com pessoas em situação de rua.
  2. Crianças carentes;
  3. Crianças carentes em situação de trabalho irregular (como as crianças que trabalham nos semáforos);
  4. Famílias que tem suas casas alagadas e/ou soterradas;
  5. Dependentes químicos em situação de reabilitação;
  6.  Idosos que vivem em asilos;
  7. Crianças em orfanatos.

Quando colocar trabalho voluntário no currículo?

Se você já fez trabalho voluntário ou pensa em fazê-lo, deve estar se perguntando: posso colocar qualquer trabalho voluntário no currículo?

A resposta é: sim e não.

Temos duas respostas porquê existem duas possibilidades. Nesses dois casos, o trabalho voluntário pode ir para o seu currículo.

Mas tenha cuidado, pois são situações diferentes, que vão inseridas em seções distintas do currículo.

O trabalho voluntário tanto pode inserido como uma Experiência Profissional como também pode aparecer na seção de Informações Adicionais.

Quando o trabalho voluntário que realizou contribuir diretamente para a execução do cargo e para o qual está concorrendo, coloque-o na seção de Experiências Profissionais.

Todavia, se o trabalho voluntário não influenciar diretamente na execução de sua função, mas tiver contribuído para que você desenvolvesse alguma competência, habilidade ou nova perspectiva, coloque-o nas Informações adicionais.

Como colocar trabalho voluntário em seu currículo?

No tópico anterior, foi explicada às duas situações em que o trabalho voluntário pode ser inserido em seu currículo profissional.

Agora, partindo do pressuposto de que o trabalho voluntário que executou se encaixa em seu currículo, surge outra questão: como colocar trabalho voluntário no currículo?

Como já foi dito, o trabalho voluntário é enquadrado em duas possíveis seções: experiências profissionais e informações adicionais.

O que eu devo ter em mente ao colocar trabalho voluntário em meu currículo?

Para inserir trabalho voluntário no campo de Experiências Profissionais, você deve apontar, com poucas e claras palavras, como aquele trabalho voluntário serviu como uma experiência para seu cargo.

Assim, se quer trabalhar no Serviço Social, por exemplo, diga que o trabalho voluntário auxiliou você a entrar em contato com pessoas carentes ou levar crianças em situação de rua para lares de adoção.

Não se esqueça que, na seção de Experiências Profissionais, deve especificar qual foi o tempo de cada experiência sua.

Desse modo, colocará a data de início do trabalho, a data em que finalizou, bem como qual o nome do projeto.

Se você atuava para alguma ONG ou qualquer instituição reconhecida, é melhor ainda, pois aumenta a credibilidade.

Por outro lado, se o serviço voluntário que realizou se encaixa é na seção de Informações Adicionais, basta adicionar a informação lá, sem a necessidade de entrar em detalhes sobre o serviço prestado.

Por quê?

Porque ao perceber o trabalho voluntário, o entrevistador fará perguntas a você, acerca das razões pelas quais adicionou o trabalho voluntário.

Esse é o momento de você aproveitar e falar sobre as competências, habilidades e como aquele trabalho contribuiu para que se tornasse um profissional melhor.

Dicas de como inserir trabalho voluntário no currículo

Para um bom orador, qualquer assunto vira tema. Use seu trabalho voluntário como ferramenta subjetiva para convencer a empresa a te contratar.

Pessoas são emotivas e, mesmo que neguem, ter um funcionário tão altruísta e benevolente é algo que as empresas desejam.

Se estiver na seção de Experiências Profissionais, seja mais objetivo na escrita. As informações colocadas no currículo devem ser claras e coesas.

O segredo ao utilizar o trabalho voluntário no currículo está na sua apresentação oral. Não propriamente no currículo.

Quando for questionado pelo entrevistador, fale com emoção, clareza e, principalmente, sinceridade.

Entrevistadores possuem treinamento para identificar mentirosos. Caso seja pego utilizando o trabalho voluntário para se autopromover e vangloriar-se, pegará muito mal para você.

Onde colocar trabalho voluntário no meu currículo?

Excepcionalmente, em duas seções: nas Experiências Profissionais ou então nas Informações Adicionais.

Se colocar como Experiência Profissional estará dizendo “esse trabalho voluntário contribui diretamente para esse cargo que estou concorrendo, por isso o considero uma experiência profissional”.

Todavia, se for em Informações Adicionais, a mensagem é um pouco distinta.

Estará demonstrando que aquele trabalho voluntário contribuiu, de fato, para a sua vida, mas não especificamente para aquela função.

Como o trabalho voluntário ajuda na minha carreira?

O trabalho voluntário contribuiu de diversas formas à vida de uma pessoa, inclusive em questões de carreira.

Ao contrário do que muitos pensam, as empresas procuram pessoas com habilidades diversificadas e experiências de mundo variadas.

Por qual motivo?

Porque experiências de vida geram pessoas com maior propensão a se adaptar ao mundo, ou seja,  indivíduos capazes de utilizar suas vivências como ferramenta para contribuir em seu trabalho.

Portanto, trabalho voluntário deixa seu currículo mais atrativo.

Outro elemento que comumente nos esquecemos é da rede de contatos que o trabalho voluntário permite estabelecer. É o chamado networking.

Você aumenta sua rede de influências, logo, tem mais a ofertar para sua empresa.

Além disso, através do trabalho voluntário as pessoas desenvolvem suas competências.

Aprendem a trabalhar em grupo, a liderar, a ouvir e a gerenciar conflitos.

Como colocar trabalho voluntário no currículo

Logo abaixo, você visualizará dois exemplos: o primeiro é o uso do trabalho voluntário como experiência profissional e, o segundo, o uso do trabalho voluntário como informação adicional ao currículo.

Como colocar no currículo um trabalho voluntário – exemplo

Experiência Profissional:

Trabalho voluntário no lar de idosos – Renascer

Março-2019 à Agosto-2019

Atuação como enfermeira, prestando atendimentos médicos e higiênicos básicos;

Auxilio dos idosos a realizarem atividades práticas e integradoras;

 Exercício de funções administrativas no lar de idosos.

Informação Adicional:

Trabalho voluntário no lar de idosos – Renascer

Março-2019 à Agosto-2019

Afinal, como colocar no currículo um trabalho voluntário?

Ao longo desse texto, você aprendeu a utilizar mais uma ferramenta como elemento enriquecedor do seu currículo – o trabalho voluntário.

Não existe nenhum segredo.

No tópico anterior você viu exatamente como o trabalho voluntário pode ser mencionado.

Como foi dito, o enfoque principal deve ser dado as perguntas que o entrevistador fará sobre seu trabalho voluntário.

Aprendeu como colocar trabalho voluntário no currículo?

Algo simples e fácil, mas extremamente importante para dar aquele toque final ao currículo.

Inscreva-se em nosso newsletter gratuito para receber dicas sem spam sobre como encontrar e manter um emprego.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You May Also Like