Como Colocar No Currículo Trabalho Autônomo: 2 Exemplos Claros Mais Dicas

Como colocar no currículo trabalho autônomo é uma indagação de milhares de brasileiros que atuam ou já atuaram dessa forma ao longo da vida.

Afinal, o trabalho autônomo ou de carteira assinada indicam experiência e agregam muito valor a um profissional.

Entretanto, existem algumas regras que recomendamos que você siga.

Nesse sentido, é importante observar se:

  • A experiência como autônomo tem relação com a vaga de emprego que você sonha;
  • Ademais, o trabalho precisa ser recente (indicamos o prazo máximo de 5 anos);
  • Por fim, é essencial que você nunca minta e invente uma experiência que não possui.

Para te ajudar a entender melhor esses conceitos, escrevemos essa matéria completa sobre como colocar no currículo trabalho autônomo.

Portanto, leia esse post até o final e tire todas as suas dúvidas sobre o assunto! Boa leitura!

Trabalho Autônomo

Como colocar no currículo trabalho autônomo? Veja exemplos!

Primeiramente, você deve colocar sua experiência de autônomo para uma vaga que tenha relação contigo.

Ou seja, se você já foi babá autônoma (aos fins de semana) isso pode ser irrelevante para uma vaga de secretária, não é mesmo?

Nesse sentido, elaboramos alguns exemplos práticos para você entender melhor, confira:

Exemplo 1 – Carlos

Carlos deseja assumir uma vaga de monitor de turmas em um colégio particular. Desse modo, pretende “aproveitar” sua experiência como autônomo para garantir visibilidade. Veja:

Experiência Profissional

Autônomo

Professor particular de português e inglês

  • Ensino das respectivas matérias para alunos do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental;
  • Ótima didática e muita paciência para ensinar;
  • Grande aproveitamento dos alunos e melhora dos rendimentos deles em sala de aula.

Desse modo, Carlos conseguiu expor a sua experiência e ela tem relevância para a vaga que ele quer. Além disso, se a recrutadora solicitar o telefone de alguém para confirmar os fatos, ele pode dar o número de um ou dois pais de ex-alunos.

Exemplo 2 – Soraia

Soraia mora em Belo Horizonte (MG) e trabalha há 2 anos como motorista de aplicativos. Porém, surgiu a oportunidade de ser motorista de uma senhora. Veja como Soraia pode mostrar a sua experiência através do currículo:

Experiência Profissional

Autônomo

Motorista de aplicativos (Uber, 99 e Cabify)

  • Atuo há 2 anos na área e trafego em média, 10 mil quilômetros por mês;
  • Possuo curso de direção defensiva;
  • Sempre lido com pessoas e tenho nota de 4,97 estrelas em todos os aplicativos. (Em escalas de 0 a 5 estrelas).

Assim, Soraia consegue mostrar as suas qualificações e ganha pontos quando a contratante bater o olho em seu currículo. Ademais, para comprovar essas experiências basta mostrar seus aplicativos no celular.

Como colocar as experiências no currículo?

Como colocar as experiências no currículo?

Sob o mesmo ponto de vista, se você já trabalhou com carteira assinada ou como autônomo, deve valorizar isso.

Portanto, saber como colocar projetos no currículo é essencial independentemente de como você trabalhava.

Nesse sentido, vamos te mostrar com detalhes como você deve colocar as suas experiências.

Desse modo, conseguirá montar um currículo perfeito em 2021. Veja só!

Na parte de Experiências Profissionais, coloque sempre todos os dados de trabalho dos locais onde atuou.

Como:

  • Nome da empresa;
  • Período em que você trabalhou lá: mês/ano;
  • Principais atividades desenvolvidas.

Em contrapartida, se sua experiência é como autônomo, use as dicas que citamos acima!

Ou seja, escreva no seu currículo os seguintes dados:

  • Nome da profissão que você exerceu. Por exemplo, babá aos finais de semana ou garçonete de eventos;
  • Locais onde você já trabalhou ou pessoas para as quais você já prestou serviços. Exemplo, já fui babá para 8 famílias em São Paulo ou fui garçonete no Buffet Catarina em Lavras Novas (nomes fictícios);
  • Por fim, escreva há quanto tempo trabalha no ramo e suas funções na área. Enfim, valorize o seu trabalho e descreva tudo o que você faz.

Como colocar no currículo que sou freelancer?

Além disso, muitas pessoas trabalham atualmente como freelancers.

Em resumo, elas prestam serviços para pessoas físicas e/ou empresas e recebem pelo seu trabalho.

Vale a pena ressaltar que essa mão-de-obra pode ser física ou intelectual.

Ademais, atualmente existem muitos freelancers que atuam de forma 100% remota, ou seja, totalmente digital.

Dentre os principais serviços prestados podemos citar alguns, como:

  • Fotógrafos;
  • Editores de vídeo;
  • Redatores e escritores para sites e blogs;
  • Social Media;
  • Ilustradores e designers.

Assim, essas pessoas devem colocar no seu currículo que desenvolvem tais atividades. Veja como recomendamos que você faça para citar experiências no seu currículo.

Na parte de experiências profissionais, escreva o tipo de serviço prestado e para quem atuou.

Veja um exemplo prático:

Bárbara é escritora de sites. Ela presta serviços para o site de João e para outro cliente, chamada Vera.

Bárbara pode escrever no seu currículo que é:

  • Redatora e copywriter para sites e blogs;
  • Atuo na elaboração de textos e artigos para blogs de saúde e mundo pet;
  • Trabalho com SEO nos textos, redijo em português claro e entendo de postagens em plataformas WordPress.

Viu como colocar no currículo trabalho autônomo não é tão difícil?

Além disso, se a empresa que deseja contratar Bárbara quiser, pode entrar em contato com Vera e/ou João para conferir as informações.

Como citar projetos no currículo?

Outro ponto que gera muita dúvida nos profissionais freelancers no currículo é como citar seus projetos.

Afinal, muitas vezes eles fizeram trabalhos maravilhosos que precisam (e devem) ser valorizados.

Nesse sentido, indicamos que você coloque esse tipo de item abaixo das suas experiências profissionais.

Veja um exemplo ainda com nossa personagem fictícia Bárbara.

A moça escreveu para uma de suas clientes um e-book.

Assim, Bárbara pode colocar abaixo de suas qualificações que citamos acima um tópico valorizando esse projeto:

  • Projeto entre maio de 2021 e agosto de 2021: auxílio na criação, redação e revisão de um e-book sobre sustentabilidade e veganismo.

Assim, caso seja interessante para a recrutadora, ela pode indagar Bárbara sobre o projeto e até mesmo conferir com a empresa que pagou pelo e-book a qualidade do trabalho desenvolvido.

Pode colocar trabalho informal no currículo?

Sim. Nesse sentido, recomendamos sempre que você valorize cada função que exerce ou exerceu ao longo da vida.

Quer ver mais um exemplo interessante? Confira!

Pedro trabalhou como repositor de mercadorias.

Contudo, ele trabalhou na mercearia simples do seu tio, no interior do Paraná.

Entretanto, essa experiência pode ser valorizada e citada da seguinte forma:

  • Repositor de mercadoria em mercearia (trabalho informal);
  • Atuação: janeiro/2018 a fevereiro/2021 (informações podem ser conferidas);
  • Principais responsabilidades: limpar e organizar prateleiras, conferir datas de validade e estado das mercadorias. Além disso, etiquetava e conferia preços de todos os itens da loja.

Desse modo, você não precisa citar o nome e telefone de onde trabalhou.

Assim, se você for chamado para uma entrevista, caso peçam, passe esses dados.

Muitas empresas pedem tais informações para conferir a veracidade dos fatos.

Como colocar no currículo o trabalho sem carteira assinada?

Conforme citamos acima, todas as experiências devem ser valorizadas.

Portanto, mesmo se a sua carteira não foi assinada, cite o trabalho.

Nesse sentido, você não precisa escrever que a sua CLT não foi assinada!

Recomendamos que você siga as dicas acima e coloque as experiências e atividades feitas.

Caso você seja entrevistado e te questionem, você diz a verdade.

Ou seja, explique que aquele trabalho foi autônomo ou freelancer.

Saiba que diversas empresas e recrutadoras não olham a sua Carteira de Trabalho logo que te conhecem.

Ademais, basta explicar que determinada função foi temporária ou sem registro trabalhista.

Dicas para um currículo maravilhoso mesmo sendo autônomo!

Por fim, para conquistar um emprego neste ano é necessário ter um ótimo currículo. Afinal, o mercado de trabalho nunca foi tão concorrido.

Desse modo, anotamos algumas dicas super simples para dar um “up” no seu currículo de autônomo. Veja!

Mostre que você é proativo

Demonstre que você sempre trabalhou e que mesmo sem um emprego formal, jamais ficou parado. Assim, a empresa sabe que terá um funcionário dedicado e que ama trabalhar.

Estude sempre

Outra dica que sempre passamos aos nossos leitores é sobre a educação. Atualmente, não basta ter um diploma e pronto.

Desse modo, é primordial se qualificar diariamente. Portanto, estude sempre! Faça cursos gratuitos online e desenvolva novas habilidades.

Você deseja subir na vida? Invista ao menos uma hora por dia na sua qualificação profissional.

Monte um currículo completo

Sob o mesmo ponto de vista, coloque todas as informações de autônomo que você possui. Escreva os dados com clareza e não deixe margem para dúvidas. Nesse sentido, coloque:

  • Todas as funções que você desempenhou;
  • O período que atuou em cada área;
  • A empresa para a qual prestou algum tipo de serviço.

Nunca minta

Mesmo sem registro em carteira, jamais “invente” uma ocupação. Além de ser feio, você pode ser pego na mentira e passar por um grande constrangimento.

Viu só como colocar no currículo trabalho autônomo pode ser mais simples do que parece?

Para ler mais matérias como essa e saber tudo sobre emprego e mercado de trabalho, assine a nossa newsletter!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You May Also Like