Como Colocar Emprego Temporário no Currículo: 10 Dicas e Cuidados

Entender como colocar emprego temporário no currículo é uma das grandes dúvidas de diversos leitores do nosso site.

Afinal, em um mundo com vagas de trabalho cada vez mais escassas, existem muitas pessoas que acabam “pulando” entre as vagas temporárias.

Desse modo, tais profissionais ficam muito inseguros e não sabem como explicar isso através do seu currículo.

Se você está nessa situação ou conhece um amigo com esse problema, acompanhe o post de hoje. Fizemos algumas pesquisas e iremos te mostrar como citar uma vaga temporária no currículo.

Além disso, você poderá entender melhor se deve (ou não) inserir tais experiências no seu cartão de visitas profissional. Confira a matéria de hoje e deixe seu feedback nos comentários.

Confira e tenha uma ótima leitura!

Devo colocar experiências curtas no currículo? 

Devo colocar experiências curtas no currículo?

Antes de mais nada, precisamos fazer uma breve reflexão sobre essa pergunta. Nesse sentido, venha conosco e acompanhe a nossa linha de raciocínio.

Se você ficou apenas 1 mês em uma vaga e ela não foi relevante para a sua carreira, recomendamos que você não a cite no seu currículo.

Entenda melhor essa ideia com um exemplo prático:

Exemplo de situação para não colocar trabalho temporário em seu currículo

Lúcio trabalhou 1 mês na padaria do seu tio para cobrir as férias de um atendente. Todavia, ele não gostou da experiência e não sonha em trabalhar com atendimento ao público.

Portanto, neste caso, indicamos que nosso personagem fictício (Lúcio) não coloque no seu currículo essa atividade.

Ademais, caso você tenha caído em uma “roubada”, não precisa inserir isso na sua aba de experiências profissionais. Assimile tal situação melhor com outro exemplo:

Exemplo de situação para colocar trabalho temporário em seu currículo

Eduarda foi contratada por uma imobiliária para ser recepcionista. Contudo, ela ficou apenas 3 semanas no local. Afinal, a moça percebeu que eles exigiam o triplo do trabalho previamente combinado. Assim, pediu seu desligamento antes mesmo de completar um mês na vaga.

Conforme você viu acima, em casos como nos exemplos supracitados, não indicamos que você cite tais empregos.

Porém, se te perguntarem na entrevista se houve algum “bico”, cite de forma clara e direta o que houve.

Então nunca devo colocar experiências curtas no currículo?

Depende. Há casos em que recomendamos que você insira as suas experiências (ainda que curtas) no seu documento. Veja só quando isso pode ser uma ótima opção:

Quando é certo colocar trabalho temporário em meu currículo

  • Se você trabalhou, mesmo que por pouco tempo, em uma área relacionada à vaga que você deseja ocupar agora. Por exemplo, você vendia cosméticos de porta em porta e agora está concorrendo a uma vaga de vendedora;
  • Bem como, se você prestou um trabalho temporário relevante e de destaque em um projeto. Nesse sentido, um bom exemplo é ser coordenador(a) de um projeto paisagístico de uma escola ou faculdade.

Em síntese, sempre que o seu trabalho temporário tiver relação direta com a vaga que você almeja, cite-o no currículo.

Como colocar experiência curta no currículo? 2 passos simples

Como colocar experiência curta no currículo? 2 passos simples

De antemão, pense a partir das nossas observações se compensa você inserir a sua experiência curta no currículo.

Se for viável, indicamos que você siga as seguintes diretrizes para organizar essas informações no seu documento:

1 – Faça um inventário das seguintes informações sobre seu trabalho temporário

  • Qual trabalho sazonal, estágio ou “bico” você fez (nome da função exercida);
  • O que você realizou (quais funções e atividades você fazia no dia-a-dia);
  • Bem como, cite por quanto tempo você desempenhou essas ações.

De maneira simplificada, é interessante que você mostre ao recrutador que mesmo sendo uma vaga temporária, essa atividade te ajudou a:

2 – Mostre ao recrutador como seu trabalho temporário o fez crescer

  • Obter alguma experiência;
  • Ademais, você percebeu que gosta de atuar nesse ramo de trabalho;
  • Além disso, graças ao emprego temporário ou “bico” você notou que tem facilidade em desenvolver essa atividade. Desse modo, sonha em ter um emprego formal nessa área.

Assim, a agência de empregos ou a empresa que deseja fazer a contratação, pode se interessar em fazer uma entrevista contigo.

Como colocar as experiências no currículo? 2 passos essenciais

Como colocar as experiências no currículo? 2 passos essenciais

Agora, vamos te mostrar como você deve colocar as suas experiências no currículo. Primeiramente, entenda como é a estrutura de um bom documento profissional:

1 – Comece com o básico

  • Dados pessoais: de antemão, deixe claro quem é você e coloque seu nome completo e dados de contato;
  • Posteriormente, cite o seu nível de escolaridade. Assim, ficará claro para o recrutador o seu grau de instrução.

Agora, cite as suas experiências profissionais. Nesse tópico, indicamos que você estruture as informações da seguinte forma:

2 – Exponha seu trabalho temporário

  • Qual cargo você ocupou;
  • Nome da companhia;
  • Data de entrada e saída do emprego;
  • Por fim, liste cerca de 5 atividades que você exercia no cargo.

Colocar experiência curta no currículo (6 exemplos práticos aqui!)

Colocar experiência curta no currículo (6 exemplos práticos aqui!)

Sob o mesmo ponto de vista, para saber como colocar emprego temporário no currículo, você deve seguir as mesmas observações acima.

Portanto, entenda melhor como fazer isso nos exemplos abaixo:

Exemplo 1 – Redator de artigos do site (cite o site aqui)

  • Atuei na empresa de junho de 2020 a setembro de 2020;
  • Elaborei cerca de 2.000 artigos sobre língua portuguesa e literatura moderna;
  • Colaborei em outras dezenas de posts;
  • Revisei alguns projetos publicados por outros escritores;
  • Por fim, projetei diversos posts para as redes sociais desse mesmo site.

Exemplo 2 – Criador de uma loja virtual para o Petshop (cite o nome da empresa)

  • Sou programador e elaborei um projeto de e-commerce para o Petshop (cita o nome). Nesse sentido, atuei nesse projeto de dezembro de 2020 a fevereiro de 2021.

Tenha em mente que você pode usar qualquer um dos exemplos acima e traduzi-lo em seu trabalho temporário. Quer seja serviço ao cliente, trabalho de limpeza ou motorista Uber Eats.

Dica bônus sobre como colocar emprego temporário no currículo

Para mostrar ao recrutador que a sua experiência foi valiosa, peça ao antigo empregador da vaga temporária uma carta de recomendação. Isso gera mais valor e credibilidade para você!

Como colocar experiência temporária no currículo (2 exemplos)

Como colocar experiência temporária no currículo (2 exemplos)

As oportunidades de trabalho temporário volta e meia aparecem, não é mesmo? Desse modo, não tem por que não as agarrar e até mesmo conquistar experiências com elas.

Acima, nós te mostramos algumas formas de citar essas atividades desenvolvidas. Entretanto, saiba que existem outras formas de mostrar isso para o empregador.

Nesse sentido, veja abaixo algumas formas de como colocar emprego temporário no currículo e conquistar de vez um emprego fixo. Confira!

  • Fui vendedora de produtos consignados durante a pandemia do novo coronavírus. Assim, consegui manter as minhas contas em dia e adquiri uma nova experiência. Desenvolvi um Instagram de vendas e atuei com serviço de delivery para as minhas clientes. Bem como, ia na casa delas sempre que era necessário. Desse modo, acredito que serei uma ótima vendedora e conseguirei demonstrar para o público o melhor dos produtos dessa empresa.
  • Sempre fiz parcerias de curto prazo como desenvolvedor de sites. Assim, atuei em plataformas como 99Freelas e VintePila, onde desenvolvi muitos projetos. Todavia, desejo agora estabelecer projetos mais longos e contundentes com essa companhia. Possuo ampla experiência e desde os 17 anos de idade trabalho e tenho minha própria fonte de renda.

Como colocar emprego temporário no currículo (10 dicas e cuidados) 

Como colocar emprego temporário no currículo (10 dicas e cuidados)

Pessoal, veja abaixo 10 motivos pelos quais você precisa ficar atento antes de colocar vagas temporárias no currículo. Veja só:

1 – Em caso de vários empregos temporários: Escolha um

Se você já passou por diversas contratações temporárias, veja se compensa citá-las no seu currículo. Nesse sentido, talvez só citar a última experiência valha mais a pena.

2 – No caso de múltiplas funções temporárias em uma empresa: Apresente as mais significativas

Se você já prestou serviços temporários em uma única empresa, vale a pena citar isso. Ou seja, valorize a sua vaga de recepcionista de buffet ou garçonete em um restaurante da sua comunidade!

3 – Serviços irrelevantes: Evite-os em seu currículo

Esses nem devem ser citados. Assim, se você fez um bico que não curtiu, esqueça isso e nada de citar isso no currículo, combinado?

4 – Evite “pula vagas”, pode trabalhar contra você

Ademais, se você só vive pulando de vaga em vaga, cuidado para não encher o currículo de dezenas de experiências. Afinal, isso fará você parecer instável.

5 – Seja recente: evite trabalhos temporários muito antigos

Se você fez um freela há 3 anos atrás, não precisa retomar esse momento da sua vida. Sempre recomendamos que você cite experiências dos últimos 12 meses.

6 – Freelas é ótimo para adicionar quando relevante

Além disso, cite freelas que tenham relação direta com a vaga que você almeja. Ou seja, cuidado para não “encher linguiça” no seu cartão de visitas profissional.

7 – Não subestime bicos familiares

Sob o mesmo ponto de vista, cite sempre que for conveniente e relevante. 

8 – Se você fez (faz) o que mais ama: Menciona isso

Poucas pessoas falam disso, mas sempre valorize o que você ama fazer! Portanto, se você está na disputa de uma vaga de chef de cozinha, cite as suas vendas de marmitas fitness como autônomo.

9 – Evite roubadas em que se meteu!

Jamais cite bicos ruins ou vagas que não te acrescentaram em nada. Em resumo, mantenha isso em sigilo e só fale sobre o tema se te perguntarem na entrevista.

10 – Os projetos pessoais são ótimos para acrescentar

Se você já escreveu e publicou um livro ou fez algum projeto pessoal bem sucedido, pode inserir essa informação na aba “informações complementares”.

Como colocar freelancer no currículo?

Como colocar freelancer no currículo?

Por fim, indicamos que você cite os freelancers da seguinte forma:

  • Nome da empresa e/ou projeto desenvolvido;
  • Duração do freela;
  • Atividades desenvolvidas;
  • Aprendizado adquirido com tal atividade.

Para você entender melhor, olhe só um exemplo:

Como colocar trabalho freelance no currículo: Exemplo prático

Auxiliar de fotografia para a empresa (cite o nome);

Atuei no local de setembro de 2020 a janeiro de 2021;

Ajudava na elaboração de cenários, cuidava de iluminação e ajudava o fotógrafo na criação e percepção de melhores ângulos;

Consegui experiência na área de fotografia, desenvolvi a criatividade e elaborei um ótimo portfólio graças a esse trabalho.

No artigo de hoje você viu como colocar emprego temporário no currículo.

Lembre-se de assinar a nossa newsletter para receber na sua caixa de e-mails matérias exclusivas e com as melhores dicas sobre o mercado de trabalho atual.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You May Also Like