Como Colocar a Pretensão Salarial No Currículo: 6 Passos Para Fazer de Forma Eficaz

Quando falamos em currículo, diversas dúvidas são geradas sobre o assunto.

Isso é completamente compreensível, afinal, estão tentando agradar o recrutador e alguns deles são bastante exigentes. 

Da mesma maneira, a pretensão salarial é um assunto que gera muitos questionamentos. 

É bom colocar a pretensão salarial no currículo?

Onde entra a pretensão salarial no currículo? Como colocar a pretensão salarial no currículo?

Essas são apenas algumas das muitas dúvidas que circundam esse assunto.

Vamos responder a todas elas e, em especial, ensiná-lo como colocar pretensão salarial no currículo.

Confira a seguir.

O que é pretensão salarial no currículo?

Pretensão salarial

Antes de aprender a como colocar pretensão salarial no currículo, é necessário aprender o que é a pretensão salarial.

De forma simplificada, a pretensão salarial é o valor X que você espera receber da empresa ao qual está sob processo seletivo.

Ao colocar a pretensão salarial no currículo você diminui as chances de acabar frustrado, por esperar um salário X e acabar recebendo um Y.

É importante que você compreenda uma coisa: um bom currículo assegura que todas as informações disponibilizadas dialoguem entre si.

Se você analisar os currículos de candidatos para vagas de chefia, gerência ou supervisão, eles terão dois elementos em comum: a coesão e a coerência dos dados apontados.

Isso significa que a seção com a formação acadêmica, experiências profissionais, habilidades e competências formam uma unidade coerente.

Ou seja, é possível que o recrutador estabeleça uma relação direta entre as funções.

Se decidir adicionar a pretensão salarial no currículo, saiba que ela também deverá contribuir para essa uniformidade.

Toda informação colocada no currículo precisa ter um sentido.

É justamente neste ponto que muitas pessoas acabam pecando ao redigir um currículo.

O currículo não é uma autobiografia.

Não é espaço para você todas as suas experiências profissionais, cursos, habilidades, dados pessoais.

No currículo, devem ser adicionadas as informações relevantes para aquele cargo. 

Pretensão salarial, cursos, habilidades ou experiências profissionais antigas.

Tudo o que for descrito deve, de algum modo, se mostrar útil para que você exerça aquela função.

Por que colocar pretensão salarial no currículo?

Curríco salario

É bom colocar a pretensão salarial no currículo? Por que fazer isto?

De modo geral, é opinião certa entre os especialistas que o candidato só deverá adicionar a pretensão salarial no currículo se a empresa solicitar.

A razão é muito simples: ao colocar a pretensão salarial sem que a empresa tenha solicitado, pode parecer um pouco arrogante e prepotente de sua parte. 

Além disso, suponhamos que você coloque um valor X e a empresa só possa pagar o Y.

Ao observar que você tem uma pretensão salarial muito distinta da realidade, será excluído do processo seletivo.  

Uma pretensão salarial mal colocada pode culminar na perda da vaga.

Assim, tenho certeza que você não quer fazer isso sem motivo.

Todavia, estamos falando de um caso em que a empresa não solicitou que o candidato colocasse a pretensão salarial. 

Agora, vejamos outro cenário: na descrição da vaga de emprego, a empresa solicita que o candidato coloque a pretensão salarial.

Neste caso, o candidato deverá colocá-la.

Mas, eis que surge uma pergunta: “por que a empresa pediria ao funcionário para adicionar a pretensão salarial?”.

Para otimizar a admissão de novos funcionários.

A maioria das empresas, especialmente aquelas de médio e grande porte, recebem centenas de currículos diariamente.

Assim, com o intuito de otimizar o tempo, acelerando o processo de seleção, a empresa pode solicitar que o candidato adicione algumas informações que atuarão como filtros.

Com isso, podemos dizer que a pretensão salarial é um filtro utilizado pelas empresas para selecionar potenciais candidatos.

Por exemplo, digamos que a empresa Alfa coloque  a faixa salarial entre R$ 2 000 e R$ 3 000 para o exercício da função Z.

Dessa forma, todos os currículos cujos funcionários coloquem um valor dentro desse intervalo podem passar para as próximas etapas.

Caso solicitado, a pretensão salarial é um fator determinante tanto para a empresa quanto para o candidato.

Como calcular a pretensão salarial

1. Avalie suas despesas fixas e gastos extras

Agora, vamos trabalhar com o cenário em que a empresa solicita ao candidato que adicione a pretensão salarial no currículo.

Quando a empresa solicita tal informação, como calcular a pretensão salarial sem fugir da realidade?

Ou seja, considerando o que é possível para ser seu salário dentro daquela função?

Bom, o ideal é que você considere alguns fatores essenciais.

Ao calcular a pretensão salarial, analise os 6 pontos que serão apresentados agora.

Comece avaliando as suas despesas fixas, bem como os gastos extras.

Ou seja, quanto você gasta todos os meses.

Essa é uma informação importante, principalmente se o seu salário for essencial para a manutenção da sua família. 

Se você ganha menos do que gasta, há grandes chances de acabar endividado.

Por isso, a dica é focar nas despesas fixas, isto é, naqueles gastos essenciais que chegam todos os meses.

Qualquer salário abaixo da soma das despesas fixas não será adequado para você.

2. Considere seus anos de experiência

O segundo fator importante para calcular a pretensão salarial são os anos de experiência que possui.

As empresas, em geral, possuem maior preferência por profissionais que sejam experientes.

Isso demonstra para a empresa, no mínimo, que o profissional domina aquela área, pois teve amplo contato com aquele ramo.

Assim, quanto maior for a sua experiência naquela área, maiores são as chances de conseguir um salário mais atrativo. 

Se for um iniciante, como alguém que está a procura do primeiro emprego, ou uma pessoa que decidiu trocar de área, o ideal é que ser mais flexível quanto ao salário.

Afinal, quem está começando agora precisa, antes de tudo, ganhar experiência.

3. Avalie o momento econômico atual do país

Outro fator essencial no cálculo da pretensão salarial.

País em crise econômica, desemprego atingindo níveis recordes e investidores internacionais abandonando o país.

Esse é o Brasil de 2021.

Com certeza, não é o melhor momento para ser exigente quanto ao salário.

Apesar de as empresas estarem sofrendo com a crise, elas sabem que tem as mãos uma imensa quantidade de trabalhadores.

São em momentos de crise que as empresas têm conhecimento do grande número de pessoas desempregadas e  acabam se aproveitando para pagar menos.

Infelizmente, essa é a realidade.

Portanto, em tempos difíceis, demonstre que está aberto a receber um salário menor do que o real valor de sua profissão.

4. Utilize seu último salário como referência

Seu último salário é um ótimo parâmetro para te auxiliar a definir a pretensão salarial.

Em especial, se estiver procurando pela mesma função que exercia anteriormente ou um cargo semelhante. 

Isso porque você sabe quanto seu trabalho valia anteriormente, ficando mais fácil definir um valor atual. 

Todavia, todos os fatores elencados neste texto precisam ser analisados conjuntamente.

Muitas pessoas acabam cometendo o equívoco de utilizar apenas o último salário como elemento para o cálculo da pretensão salarial. 

Não faça isso!

Além do seu último salário, considere os demais elementos apontados.

5. Pesquise a média salarial

Saber quanto é a média salarial naquele momento pode auxiliar muito.

Para isso, precisa fazer é uma pesquisa de mercado

Pela Internet mesmo você consegue acessar essas informações.

Anualmente, vários sites costumam fazer essas pesquisas, de modo a saber o salário de cada profissão.

Dessa forma, você terá uma bússola e uma noção de quanto vale o seu salário.

Assim, você não fica nem muito abaixo da média salarial e nem muito acima dela.

6. Analise os benefícios da empresa

Existem empresas que são bastante responsáveis com seus funcionários, fornecendo uma série de benefícios.

Plano de saúde, plano odontológico, cartão-alimentação, abono salarial e moradia são alguns benefícios que algumas empresas oferecem.

Se a empresa a qual estiver concorrendo a uma vaga tiver esse mesmo perfil, já sabe que não precisará pedir um salário tão alto, pois os benefícios oferecidos compensam uma média salarial inferior.

Por exemplo, mesmo que ganhe menos, se a empresa oferecer um bom plano de saúde, isso pode significar um ponto positivo, especialmente para pessoas com famílias grandes, crianças e idosos.

Onde colocar pretensão salarial no currículo?

Essa é uma dúvida de muitas pessoas. Afinal, a pretensão salarial entra em qual seção?

A pretensão salarial deve estar em um local de destaque, ou seja, disposta de tal modo que o recrutador consiga visualizá-la com facilidade. 

Como a pretensão salarial não se encaixa nas seções-padrão (experiências profissionais, formação acadêmica, etc.) coloque-a próxima ao seu nome e as informações básicas sobre você.

Abaixo do seu e-mail e do cargo para o qual está se candidatando também são excelentes locais para colocar a pretensão salarial.

O que colocar na pretensão salarial no currículo?

A dica fundamental é: estabeleça um intervalo de valor.

Após analisar os 6 fatores citados acima e chegar a uma conclusão, não defina um valor único para a pretensão salarial.

Coloque no currículo um intervalo, pois assim abrirá margem para posteriores negociações com a empresa.

Isso demonstra que você está aberto para conversar sobre o salário a ser recebido.

Exemplo:

  • Pretensão salarial: entre R$ 2 000 e R$ 2 500.
  • Salário bruto pretendido: R$ 2 800 à R$ 3 100.

Conclusão

Calcular a pretensão salarial é algo que deve ser levado a sério.

É muito importante que o salário pretendido por você não soe como arrogância ou fuja muito da realidade prática.

Por isso, além de considerar e analisar cada um dos fatores para calcular a pretensão salarial, defina um intervalo para colocar como pretensão salarial.

Saber como colocar a pretensão salarial no currículo envolve respeitar as suas antigas experiências profissionais, a realidade econômica naquele momento e os gastos fixos e extras que possui. 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You May Also Like