Guia Completo 2021 Sobre A Gestão Horizontal E Sua Importância

Saiba agora o que é gestão horizontal, suas principais características e como essa nova forma de gerir empresas pode beneficiar a sua companhia

A gestão horizontal está crescendo muito dentro das empresas e vêm tomando o lugar da forma antiga de lidar com colaboradores.

Atualmente, as companhias perceberam que oferecer mais autonomia e responsabilidade para toda a equipe, pode ser mais vantajoso e bastante produtivo.

Nesse sentido, grandes organizações como a Uber e a Netflix, apostam nesse modelo de gestão a mostram com seus números, que o método pode funcionar.

Todavia, se você já possui uma empresa ou está prestes a abrir o seu negócio, sabe a importância da gestão horizontal? Bem como, entende a diferença desse modelo para a gestão tradicional, nomeada de gestão vertical?

Se você possui algumas dúvidas sobre isso, chegou no post ideal para ter todas as suas indagações respondidas!

Nesta matéria, você vai ver as características e benefícios da gestão horizontal e exemplos de organizações que aderiram a esse método. Assim, você entenderá como ele pode ser maravilhoso para as empresas! Aproveite a leitura e continue conosco!

Entenda agora o que é gestão horizontal

Primeiramente, venha saber mais sobre o que estamos falando. Na gestão horizontal todas as tomadas de decisões da companhia são feitas em conjunto.

Ou seja, os colaboradores são ouvidos e incentivados a dar a sua opinião sobre os assuntos da organização. Em resumo, se trata de uma gestão que deseja colocar os funcionários no centro das decisões.

Os líderes continuam existindo dentro da empresa. Contudo, eles possuem um papel de mediadores e não de quem ordena as ações a serem tomadas.

Ainda existem empresas que seguem o modelo de gestão tradicional, conhecida atualmente como gestão vertical. Entretanto, esse tipo de liderança tem sido cada vez mais questionada.

Isso porque em pleno século XXI, todas as pessoas desejam ter seu ponto de vista valorizado. Entenda mais as diferenças entre ambos os tipos de gestões no próximo tópico.

Gestão horizontal e vertical: quais as diferenças?

Antes de mais nada, a gestão vertical e horizontal se diferem principalmente na relação entre os colaboradores e as companhias.

Conforme comentamos acima, o sistema horizontal estabelece maior diálogo entre os integrantes da organização. Bem como, permite que as decisões sejam tomadas em conjunto entre funcionários, supervisores, líderes e até com o dono do negócio.

Todavia, no sistema de gestão vertical, a empresa possui uma maneira hierárquica de lidar com decisões e escolhas. Desse modo, quem escolhe as ações que devem ser tomadas e as medidas a serem realizadas são os líderes.

Em contrapartida, cabe aos colaboradores que estão no degrau debaixo da escada hierárquica acatar as decisões. Ou seja, os funcionários não tem voz nas tomadas de atitudes e o que eles pensam sobre a gestão da empresa não é levado em consideração.

Gestão horizontal vantagens

Gestão horizontal

De antemão, deu para perceber que existem muitas diferenças entre a gestão horizontal e a gestão vertical, não é mesmo?

Mas para que você compreenda melhor essas distinções e seus impactos na organização, iremos te mostrar 4 benefícios que a gestão horizontal oferece para a empresa. Confira e se inspire agora mesmo. Veja!

Melhoria na comunicação

Primeiramente, saiba que a comunicação em companhias que seguem esse tipo de gestão é muito mais eficaz.

Isso porque os funcionários não precisam reportar suas dúvidas, sugestões ou reclamações para um superior e aguardar até que alguém resolva o seu problema.

Nesse sentido, basta falar a sua situação diretamente com quem pode resolver a situação e pronto. Esse tipo de desburocratização gera mais eficiência, agilidade e, como consequência, grande facilidade de comunicação interpessoal.

Ambiente colaborativo

Sob o mesmo ponto de vista, com a quebra de lideranças como único “norte” da equipe, há uma redução drástica da competição no ambiente corporativo.

Segundo algumas pesquisas, as competições por promoções e cargos de chefia, são as maiores responsáveis por:

Gestão horizontal vantagens

  • Problemas físicos como insônia, sedentarismo e dores psicossomáticas;
  • Adoecimento mental dos colaboradores;
  • Falta de amizade e lealdade entre os funcionários;
  • Altos níveis de ansiedade, estresse e até de depressão.

Em resumo, diminuir a importância de conquistar cada vez cargos mais altos, impede o surgimento desses problemas.

Afinal, todos têm voz na empresa, salários justos e podem impactar diretamente nas políticas e gestão da companhia. Assim, podemos afirmar que a gestão horizontal garante mais saúde mental e desenvolvimento pessoal onde é inserido.

Mais motivação na companhia

Além disso, nesse tipo de gestão todas as opiniões são importantes e devem ser ouvidas. Bem como, o gestor deve mostrar aos funcionários que suas ações são relevantes para os resultados da companhia.

Desse modo, os colaboradores se sentem mais motivados, afinal, compreendem a sua importância na engrenagem da organização.

Ademais, todos participam dos processos de decisão, dos rumos da empresa e também podem mostrar novas opções de rota para a companhia. Ou seja, a motivação passa a fazer parte da rotina do negócio!

Menor custo para a empresa

Por fim, você sabia que empresas com gestão horizontal costumam ter menos custos? É isso mesmo!

Afinal, os cargos de liderança não são considerados como “deuses”. Assim, os salários são bons, todavia, mais compatíveis com os vencimentos de demais colaboradores.

Bem como, passa a ser desnecessário ter inúmeros chefes, gestores, supervisores e gerentes. Isso porque cada colaborador se sente responsável por si e também pelo cumprimento de suas demandas.

Desse modo, a companhia pode contar apenas com lideranças fundamentais para o seu funcionamento e investir mais em ações para garantir um melhor ambiente corporativo.

Dentre essas ações as mais comuns são:

Gestão horizontal empresas

  • Patrocínio de estudos para os funcionários;
  • Ótimos benefícios como bons planos de saúde, parcerias com clubes, auxílios, etc.

Exemplos de empresas que apostam na gestão horizontal

Gestão horizontal

Conforme falamos acima, já existem empresas com gestão horizontal que contam com ótimos resultados. Dessa forma, esse tipo de gestão comprova não ser bom apenas na teoria, como também é espetacular na prática.

Veja só algumas dessas companhias e entenda como essa gestão transformou essas empresas:

Uber

A Uber é, atualmente, a companhia de transporte mais valiosa do mundo. Contudo, não possui um único veículo em sua frota!

Nesse sentido, ela integra motoristas e passageiros em seu aplicativo. Assim, conseguem manter um modelo de gestão compartilhada.

Segundo pesquisas, a Uber vale mais que a própria Ford e está em plena expansão. A companhia acredita que o segredo para tanto sucesso está no seu sistema colaborativo e sem grandes amarras com os parceiros.

Afinal, eles trabalham quando, onde e como querem. Dessa forma, se sentem mais livres e só pagam uma pequena comissão por viagem para a plataforma.

Tesla

Foi só em meados de 2018 que o dono da Tesla, o excêntrico empresário Elon Musk decidiu mudar a gestão de sua companhia de vertical, para horizontal.

Desse modo, o empresário buscava garantir mais autonomia para os seus funcionários e reduzir o número de gestores dentro da organização.

Como resultado, a Tesla viu uma valorização imensa das suas ações. Bem como, teve uma redução grande de acidentes de trabalho e afastamentos por estresse, depressão e outros problemas relacionados à saúde mental.

Atualmente, o próprio Musk é quem conduz setores como o de prestação de serviços e também o departamento de vendas.

Antes da implementação da gestão horizontal, a Tesla estava em constante queda de valorização, bem como, passava por duras críticas em relação a seu modelo de gestão.

Em síntese, essa nova forma de gerir, garantiu benefícios financeiros e até mesmo de imagem para a companhia.

Netflix

Outra grande companhia que possui o tipo de gestão de que estamos falando hoje é a Netflix. A plataforma de streaming é a maior de seu segmento no mundo e conta com milhares de colaboradores espalhados pelo planeta.

Assim, é possível atuar tanto em escritórios, quanto de forma totalmente remota. Isso garante mais autonomia e maior liberdade para o processo criativo dos colaboradores.

Além disso, notamos que esse tipo de desburocratização também ocorre com o serviço de assinatura. Afinal, você pode assinar quando quiser e cancelar o serviço também a qualquer momento que for necessário.

Como implementar a gestão horizontal na minha empresa?

Se você gostou de saber mais sobre a gestão horizontal, saiba que ela precisa ser estudada amplamente antes de ser implementada em negócios.

Nesse sentido, principalmente em empresas muito novas, o sistema pode ruir, uma vez que as tomadas de decisões serão tomadas em conjunto.

Ademais, é importante que todas as pessoas da companhia se sintam importantes nesse processo. Elas também precisam ser muito capacitadas para ajudar o líder a tomar boas decisões em relação a contratos, projetos e assuntos de extrema relevância.

Se você tem dúvidas sobre essa gestão ou se esse é o momento de mudar o seu sistema, entre em contato conosco ou deixe a sua pergunta abaixo. Iremos te responder assim que possível.

Viu como a gestão horizontal pode ser benéfica tanto para a companhia, quanto para os seus colaboradores?

Assine a nossa newsletter para receber na sua caixa de e-mails mais matérias sobre mercado de trabalho e gestão. Conte sempre conosco!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You May Also Like